Tal como uma máquina do tempo, entrar neste apartamento é sinónimo de ser catapultado para 1994, altura em que "Friends", que regressa a 27 de maio com um episódio especial, se estreava na televisão americana e se preparava, embora na altura ainda não se soubesse, para atingir o estatuto de culto que perdura até hoje.

Localizado em Arroios, Lisboa, o The One in Lisbon, assim se chama o espaço, distingue-se pela forma como recria a estética usada no apartamento de Monica (Courteney Cox), recorrendo a alguns objetos que fizeram parte da série original, enquadrando-a, ainda assim, na realidade portuguesa.

Afinal, como vai ser o regresso de "Friends"?
Afinal, como vai ser o regresso de "Friends"?
Ver artigo

A ideia é de Melissa Çoruhlu, de origem portuguesa e turca, responsável pela Misha's Place, uma empresa de alojamento local em Lisboa que, juntamente com a sua equipa, quis "captar a essência da série, mas inseri-la na realidade portuguesa".

"Era impossível fazer uma réplica total do apartamento de Monica, até porque este não tem a mesma disposição quando comparado com o original", começa por dizer à MAGG. A solução, por isso, passou por "pegar em elementos do apartamento de Monica e pôr neste". Há referências óbvias, claro, como a disposição da mesa e da televisão, mas também outras mais subtis. "Adicionámos também alguns quadros que são os mesmos que se veem nos apartamentos deles [referindo-se às restantes personagens da série], textos e frases ditas na série ou detalhes que estão nos quartos de cada um", continua Çoruhlu.

E se alguns elementos decorativos foram facilmente encontrados pela equipa da empresa responsável pela decoração, outros obrigaram a uma pesquisa mais intensiva. "Alguns dos objetos e utensílios encontrámos na Feira da Ladra", diz. Um deles, conta, trata-se de um quadro que está no quarto de Monica e que referencia vinhos portugueses. Outros, no entanto, "como os peluches de Joey [interpretado por Matt LeBlanc], demoraram mais a encontrar".

"Queríamos muito um copo de utensílios de cozinha exatamente igual àquele que vemos na série, que diz 'Pickles', e só conseguimos encontrar num local específico em Espanha. Só esse copo custou 60€. Os elementos mais específicos e exatamente iguais aos da série foram os que demoraram mais a encontrar. E os mais caros, também", refere.

Uma vez decorado à medida e à imagem do apartamento de Monica, o alojamento abriu pela primeira vez em março de 2020, "no início da pandemia em Portugal". Nessa altura, diz Melissa, o espaço "esteve mais ou menos fechado" e limitado a algumas "estadias mais longas".

Agora, no entanto, "está a funcionar com a normalidade prevista, como Airbnb" e a aceitar reservas. Composto por três quartos (dois com cama de casal e um com duas camas de solteiro), uma cozinha totalmente equipada com utensílios, microondas, fogão e forno, tem ainda uma pequena varanda em que o ambiente do apartamento 20 do número 90 da Bedford St., em Nova Iorque, se cruza com de Lisboa cosmopolita.

A estadia tem um preço fixo de 55€ para duas pessoas (acresce 15€ por cada pessoa extra) e há a possibilidade de o check-in ser feito entre as 21 horas e a meia-noite mediante o pagamento de uma taxa extra de 20€. Para check-in depois da meia-noite, a taxa sobe para 40€. O horário normal de check-in é entre 16 e as 23 horas.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.