O verão é feito de essenciais. Um vestido leve aqui, uns calções ali, uma T-shirt ou blusa fluida e assim se faz o guarda-roupa nas temporadas mais quentes. Mas este ano há um pormenor que está a fazer realçar um básico de verão tão simples como as T-shirts. Podemos chamar-lhes enchumaços, ombreiras mas o conceito não muda: uma T-shirt com uma pequena esponja nos ombros.

Se 2019 foi o ano dos tank tops — os tops mais fluidos e fresquinhas — este ano está a ser dominado pelas ombreiras. Em Portugal são muitas as influenciadoras digitais que já se renderam à tendência. Vejamos o caso de Bárbara Corby ou Helena Coelho que não deixam de usar as ombreiras em quase todos os looks.

O que não deixa de ser engraçado é que esta tendência explodiu depois de ser lançada uma peça com a influenciadora digital Camille Charrière. A francesa é uma verdadeira it-girl que já trabalhou com marcas como Tommy Hilfiger ou Mango, da qual foi embaixadora. Agora, foi talvez a responsável por trazer as ombreiras para o centro das tendências.

As T-shirts com ombreiras, ou muscle tee, foram lançadas no final de maio de 2020 pela The Frankie Shop. Mas a coisa explodiu quando a marca se uniu a Charrière para lançar uma versão amarela. A peça pegou e em menos de dois meses já é usada por todas as influencers e em todas as lojas de streetwear.

Se quer começar a incorporar esta nova tendência deixamos uma sugestão: comece com peças básicas. Uma T-shirt preta ou branca com ombreiras pode ser a perfeita para esta temporada mais quente. Combine-a com uns calções de cintura subida e umas sandálias para um coordenado que grita verão e conforto por todos os lados. Se já estiver confortável com a tendência, pode sempre optar por peças com estampados para um look trendy.

A MAGG ajuda-a nesta tarefa de escolher as mais giras T-shirts com ombreiras. Sugerimos 20, desde as mais básicas às mais divertidas para ter um verão super trendy. Ora veja.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.