A história do cacau começou com o simples fruto. Daqui começaram a produzir-se bebidas, tabletes, até que chegaram os bombons e chocolates das mais variadas formas.

Hoje em dia, já vimos chocolates em forma de carro, de Pai Natal ou mesmo esculturas feitas com este ingrediente em algumas exposições espalhadas pelo mundo. Mas a arte do chocolate tornou-se tão real, até ao ponto em que foi possível imitar um cérebro.

Sim. Um cérebro, um coração, fósseis ou insetos. Estas são apenas algumas das ideias de Sarah Hardy, responsável pelo Editable Museum, um projeto que recria a realidade em chocolate (e não só, mas já lá vamos). 

"Os nossos projetos começam com uma escultura de Sarah Hardy ou com um objeto real, como um fóssil ou um artefato genuíno. De seguida, criamos os moldes e, a partir daí, fabricamos chocolates pintados à mão", refere a equipa do Editable Museum no site.

Sarah deu início ao projeto quando foi para Londres e quis dar aos filhos a mesma educação, valores e experiência que teve ao longo da vida: rodeada de um negócio que a sua mãe adorava — a loja de antiguidades.

A artista, formada em escultura, passou dos moldes de cera, para os de chocolate e passou a criar figuras reais, com um toque doce.

"Amo o que faço. Sou curiosa e crio coisas intrigantes com chocolate delicioso e isso deixa-me feliz. Faço coisas que não parecem saborosas... mas são saborosas. É uma coisa definitiva", diz Sarah no site do negócio que fundou.

Antes de chegar à arte do chocolate, a artista aventurou-se nos bolos — chegando a criar bolos, também eles realistas, como uma Hello Kitty de 1,5 m de altura, cabeças decapitadas ou o retrato de jogadores de futebol.

Mas há um que se tornou viral no Instagram: um bolo em forma de peru. "Uau, tirou a pele. Eu tenho de dizer que a sua habilidade é impressionante. Eu quase quero pregar uma partida a alguém. Ri muito", comenta um dos utilizadores na plataforma e outra mostra entusiasmo: "Excelente trabalho! Amor qualquer coisa artística, mesmo bolos".

O site "Bored Panda" selecionou várias fotografias deste bolo que mostram quão realista é. Ora, veja.

Newsletter

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.
Subscrever

Notificações

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.