Um homem de 41 anos foi detido no concelho da Moita, distrito de Setúbal, por suspeita da prática de dois crimes de violência doméstica e 153 crimes de violação contra a filha da companheira, cuja idade não foi revelada.

De acordo com a Polícia Judiciária (PJ), a relação de namoro com a mãe da vítima teve início em 2018, altura em que esta passou a residir com o homem, juntamente com a filha e um filho, menor de 2 anos, avança o "Jornal de Notícias". 

Rúben Semedo detido por violência doméstica, quatro meses depois de ter sido acusado de violação
Rúben Semedo detido por violência doméstica, quatro meses depois de ter sido acusado de violação
Ver artigo

"Em data não concretamente apurada, mas no decurso do ano de 2020, o arguido, num momento em que se encontrava sozinho em casa com a filha da sua companheira, deslocou-se para o quarto desta e, recorrendo a força física, obrigou-a a manter relações sexuais", revela a PJ citada pelo mesmo jornal.

"Após a consumação do ato, o arguido ameaçou a vítima, dizendo que o que havia acontecido nesse momento iria passar a ocorrer com regularidade, chegando a referir que caso isso não se verificasse, punha toda a gente fora de casa, sendo esse o pagamento para as deixar residir na sua habitação", acrescenta a organização policial.

De acordo com a PJ, "os factos ocorreram até dezembro de 2021, altura em que as vítimas apresentaram queixa no Órgão de Polícia Criminal local".

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.