Fernanda Lapa morreu esta quinta-feira, 6 de agosto, em Cascais, onde estava hospitalizada. A atriz e encenadora, que foi diretora e co-fundadora da Escola de Mulheres (ao lado de Isabel Medina, Cucha Carvalheiro, Cristina Carvalhal, Conceição Cabrita, Marta Lapa e Aida Soutullo), a mesma que deu a notícia da morte da encenadora  de 77 anos.

"É com profundo pesar e imensa tristeza que a Escola de Mulheres comunica a morte de Fernanda Lapa, directora artística desta companhia desde a sua fundação, em 1995”, destaca o comunicado.

Fernanda Lapa começou a carreira em 1962 no Teatro dos Alunos Universitários de Lisboa e foi uma das fundadoras da Casa da Comédia, em Lisboa. Foi com a peça de Almada Negreiros "Deseja-se Mulher", em 1963, que se estreou como encenadora, já em 1972, também na Casa da Comédia. Do vasto currículo somam-se trabalhos em palco, na televisão e no cinema.

Figuras públicas reagem à morte de Fernanda Lapa

Além do percurso em Portugal, foi bolseira da secretaria de Estado da Cultura, na Polónia, e estagiou ainda no Teatro Laboratório de Grotowski, no Teatro Contemporâneo de Wroclaw e no Teatro Stary de Cracóvia. Só em 1995 começou o percurso na Escola de Mulheres, projecto que pretende privilegiar a criação e o trabalho feminino no teatro.

Alguns colegas de Fernanda Lapa já reagiram à notícia, como é o caso de Diogo Infante. "Fernanda Lapa, atriz, encenadora, fundadora e directora da companhia Escola de Mulheres, é um vulto incontornável da cena teatral em Portugal. Deixou-nos hoje. Obrigado Fernanda por tudo. RIP", diz na publicação.

Já a atriz Fernanda Serrano, diz "mais uma enormíssima perda", referindo-se à recente perda do amigo Pedro Lima a 20 de junho.

Newsletter

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.
Subscrever

Notificações

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.