Está na altura de ir buscar o chapéu de chuva que, até agora, estava guardado no armário. É que a partir da próxima segunda-feira, 13 de setembro, os dias serão de mau tempo. A informação foi confirmada este domingo, 12, pelo Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) à rádio TSF, que fala numa tempestade capaz de provocar trovoada e chuva forte em todo o continente.

Em causa está o facto de se tratar de uma depressão associada a massas de ar tropical capaz de gerar fenómenos extremos de vento e de chuva, explica Maria João Frada, meteorologia do IPMA, à rádio. A especialista fala numa "depressão com expressão nos níveis altos da atmosfera", localizada a "nordeste dos Açores" que tende a "deslocar-se para sueste em direção ao território do continente" — onde ficará a partir da tarde de segunda-feira.

Porque é que algumas pessoas estão sempre com frio?
Porque é que algumas pessoas estão sempre com frio?
Ver artigo

Tudo somado, diz a meteorologia, há potencial para "deixar sobre o território do continente precipitações fortes, ou mesmo muito fortes, acompanhadas de trovoada". Além disso, há ainda a possibilidade de cheias nos meios urbanos.

A tempestade, que se vai caracterizar por trovoada e chuva forte, vai prolongar-se até à próxima sexta-feira, 17, com o pico de intensidade previsto para a madrugada de segunda para terça, diz à TSF.

Nesta fase, o continente estará em alerta amarelo, mas há a possibilidade de algumas regiões passarem para um nível acima — o laranja.

Ainda que as temperaturas baixem, Maria João Frada diz que as noites serão "tropicais, com um tempo abafado, muito húmido e com temperaturas mínimas relativamente elevadas, a variar entre os 17 e os 20 graus".

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.