É verdade que a qualidade custa dinheiro, e há determinados produtos que temos de aceitar que é mesmo preciso abrir os cordões à bolsa. Por outro lado, e no que à beleza diz respeito, há muitos itens que os euros a mais têm apenas que ver com a marca que carregam — ou status, melhor dizendo — do que com a qualidade propriamente dita.

Não queremos com isto dizer que os produtos de farmácia, perfumaria ou semelhantes não justificam o investimento (longe disso), mas há realmente pechinchas que encontra facilmente em qualquer supermercado que cumprem o propósito e não justificam que vá gastar meio ordenado noutro tipo de produtos.

Harry Styles lança marca de beleza vegan com produtos de skincare e vernizes unissexo
Harry Styles lança marca de beleza vegan com produtos de skincare e vernizes unissexo
Ver artigo

Primeiro exemplo? Máscaras de pestanas. Basta uma pesquisa intensa por esse Youtube a fora para perceber que, venham as marcas que vierem, a icónica Colossal, da Maybelline, dá dez a zero a muitas máscaras de segmentos de luxo e continua a ser das preferidas das influenciadoras de beleza.

E se há peles com necessidades específicas que precisam de produtos de farmácia, uma aparência mais seca resolve-se facilmente com o creme de corpo mais gordo da Dove ou com o Body Milk clássico da Nivea, com uma formulação para duche que lhe poupa ainda mais tempo na sua rotina.

O melhor de tudo é que estes e tantos outros produtos, que encontra facilmente em lojas Continente, Auchan ou Pingo Doce, muitas vezes não chegam aos dois dígitos.

Na fotogaleria, descubra as nossas sugestões.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.