Cara Delevingne foi a escolhida para a capa de abril da edição norte-americana da "Vogue" . Durante entrevista à revista de moda, a atriz e modelo admitiu ter iniciado um tratamento de reabilitação após fotografias suas, que a mostravam descalça e agitada num aeroporto em Los Angeles, Estados Unidos, se terem espalhado pela Internet em setembro de 2022, e preocupado fãs e amigos. A também atriz abordou ainda o tema da sua dependência ao álcool e às drogas, e a forma como se encontra a lutar contra tudo isso.

Cara Delevigne casou em segredo com Ashley Benson?
Cara Delevigne casou em segredo com Ashley Benson?
Ver artigo

Afirmou ter refletido sobre as adversidades que atravessava a nível de saúde mental, e que demorou até estar pronta para encarar o problema. “Eu tive umas espécies de intervenções, mas não estava pronta. Foi esse o problema", disse. “Quando estou sob o efeito de drogas, sinto-me invencível. Nesses momentos, coloco-me em perigo porque não me importo com a minha vida", reconheceu.

A modelo admitiu que afastou toda a gente da sua vida, e que o facto de não ter tido controlo sobre a sua imagem, através das fotografias que se espalharam em que demonstrava um comportamento errático, a fizeram repensar sobre a sua vida. "Às vezes precisas de acordar para a realidade, e de certo modo aquelas fotografias foram algo por que me devo sentir grata (...) Se  continuasse por aquele caminho ou acabava morta ou ia fazer algo muito, muito estúpido. Isso era assustador", desabafou.

Cara reconheceu que a partir de setembro do ano passado, aquando da divulgação das fotografias, sentiu necessidade de ter apoio, e que teve amigos presentes no processo. Para além disso, afirma que foi através de terapia que conseguiu perceber que o seu problema não era algo com uma "solução rápida", e que por isso se está a dedicar ao programa de 12 passos que começou há uns meses.

A atriz afirmou que entrou numa espiral de depressão durante o confinamento da COVID-19, quando terminou a relação com a ex-namorada, Ashley Benson, e que durante muito tempo aliviava as suas preocupações através do trabalho, mas que durante este período isso deixou de ser possível. "Tive uma completa crise existencial. Todo o meu sentido de pertença, toda a minha validação — a minha identidade, tudo — estava tão embrulhada no trabalho. E quando isso se foi, senti que não tinha um propósito. Eu não era nada sem o trabalho, e isso era assustador."

Ainda durante a entrevista, Cara contou que a mãe também sofre com problemas semelhantes aos seus, e que a primeira vez que abusou no consumo de álcool foi com 7 anos, durante um casamento de família.

Apesar das adversidades, Delevingne referiu que está já sóbria há alguns meses. “Pela primeira vez passei o Natal e a passagem de ano sóbria, e nunca me tinha divertido tanto."

Veja o vídeo da entrevista em que a modelo desabafa sobre o seu vício.

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.