A separação Mia Rose e Miguel Cristovinho foi tornada pública no início de julho. Num storie, a cantora de 32 anos anunciou que estava separada do marido com quem tem um filho, Mateus, de dois anos. “Gostávamos de partilhar convosco que o Miguel e eu já não estamos juntos enquanto casal. O nosso filho Mateus, fruto da nossa relação, é e será a coisa mais importante das nossas vidas. Gostávamos que respeitassem a nossa privacidade. Obrigada", partilhou a artista no Instagram.

O músico escusou-se a fazer comentários e esta foi a primeira atitude que fez nascer os rumores que a separação não terá sido amigável. A juntar a isto, os dois parecem já não ter qualquer contacto nas redes sociais, uma vez deixaram de seguir a conta um do outro. Agora mantêm contacto apenas por causa do filho, avança a revista “Vidas”. Mateus, neste momento, estará aos cuidados da mãe. “Só eles sabem as razões da separação, mas não ficaram amigos”, garante uma fonte à mesma revista.

A dar mais força a estes rumores de mau estar estão também aquilo que parecem ser indiretas de parte a parte. A artista lançou o seu novo single chamado “Known Better”. A letra fala de uma relação conturbada em que um dos parceiros toma o outro por garantido. “Fizeste as tuas escolhas/ Não quiseste saber das consequências/ Tens muita lata ao pedir desculpa” ou “Achavas que ia ser tua/ Não interessava o custo/ Deverias saber melhor/ Gostava que soubesses melhor” são alguns dos trechos que deixam adivinhar que esta música poderá ter sido inspirada na relação e separação dos músicos.

Cristina Ferreira partilha fotografias da sua juventude — e do dia em que conheceu Tânia Ribas de Oliveira
Cristina Ferreira partilha fotografias da sua juventude — e do dia em que conheceu Tânia Ribas de Oliveira
Ver artigo

Por sua vez, Miguel Cristovinho também divulgou o novo trabalho da banda e rapidamente se começou a especular sobre o nome escolhido. “A Quarentena Matou-nos” — é este o nome da nova canção dos D.A.M.A e os fãs rapidamente assumiram que teria sido esta a razão que levou o casal a separar-se. Mia Rose justificou-se rapidamente com uma publicação onde escreveu: “Não… Não foi a quarentena que nos matou”.

A cantora esteve esta segunda-feira, 20 de julho, no programa “Você na TV”, onde apresentou o novo single e falou ligeiramente sobre a separação. Mia Rose explicou a decisão de tornar pública a separação uma vez que o casal sempre foi muito acarinhado pelo público. “Achámos que fazia sentido sermos nós a comunicar o fim da nossa história”.

“Quando casei, casei para a vida. Mas às vezes as coisas não acontecem como queremos”, explicou. O foco da artista é agora a maternidade e garante que vai manter a guarda partilhada do filho até ele 18 anos.

Miguel Cristovinho, por sua vez, tem-se remetido ao silêncio e não tem abordado o tópico da separação.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.