O ex-futebolista voltou, aparentemente, a ter o controlo da sua conta de Twitter. Depois de ter sido publicada a frase "espero que me respeitem. Sou gay", e do mesmo tweet ter sido apagado, Iker Casillas publicou na mesma rede social a explicação para o sucedido.

"Conta hackeada. Por sorte tudo em ordem. Peço desculpa aos meus seguidores e, claro, mais desculpas à comunidade LGBT".

10 minutos depois das 13h deste domingo, 9 de outubro, Iker Casillas publicava na rede social Twitter a frase "Espero que me respeitem. Sou gay. #felizdomingo". No espaço de duas horas, o tema era o mais discutido nas redes sociais e tinham sido publicadas, um pouco por todo o mundo, milhares de notícias sobre o tema.

O tweet de Iker Casillas
O tweet de Iker Casillas

Pouco antes das 15h, o tweet era apagado. Nenhuma explicação por parte do ex-jogador de futebol, nem por parte da Federação Espanhola, instituição na qual exerce o cargo de adjunto do diretor geral.

Nem os meios de comunicação social espanhóis conseguiam encontrar uma explicação para esta partilha, que surpreendia quer pelo conteúdo quer pela forma. A "Marca" especulava que se pudesse tratar de pirataria (embora essa hipótese fosse pouco provável, porque o conteúdo já foi apagado), de uma campanha publicitária ou então de uma simples brincadeira.

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.