Não somos do tempo da mítica danceteria Day After, que funcionou de 1985 até 2006. Ou melhor, somos, mas só de ouvir relatos de malta mais velha, que fazia por vezes centenas de quilómetros para dançar até de manhã numa das cinco pistas do mega espaço viseense ou até andar de karts (sim, a Day After tinha uma pista de karting).

Os anos passaram, a noite mudou e a Visa Beira Turismo, empresa do grupo Visabeira que detém o espaço, decidiu que era cedo demais para dizer adeus à Day After. O espírito cosmopolita mantém-se e dá lugar, desde 9 de junho, ao Amazónia. Mais do que um restaurante, é um espaço para "eat, drink and get wild". Comer, beber e soltar o nosso lado mais selvagem, ou não fosse este um espaço decorado com tons e elementos de tropicália, figuras de animais e muitos macaquinhos pendurados no teto. Sabia que, das 156 espécies de primatas da América do Sul, 60% estão na Amazónia?

Depois deste momento Trivial Pursuit, passamos ao que interessa. O espaço do Amazónia é impressionantemente grande. Há um bar logo à entrada, onde é possível aguardar confortavelmente por mesa enquanto se bebe um copo.

Amazónia Viseu
Zona do bar créditos: Amazónia Viseu

A sala principal, redonda, tem espaço suficiente entre as mesas para que não se oiçam as conversas animadas do vizinho do lado e também um palco de tamanho generoso, ideal para atuações ao vivo. A cabine do DJ fica logo ali ao lado, com um néon onde brilha o lema "let the darkness get wild".

amazonia
créditos: MAGG

No primeiro andar há mais mesas, sofás e até um balcão com bancos altos, para quem gosta de ficar a conversar e a beber um cocktail depois de jantar. E o que é que se come aqui? Uma combinação de sabores asiáticos e da América Latina.

O novo filme da saga "Velocidade Furiosa" vai ser rodado em Vila Real, Viseu e Lisboa
O novo filme da saga "Velocidade Furiosa" vai ser rodado em Vila Real, Viseu e Lisboa
Ver artigo

A carta é bastante extensa e variada. Há baos de picanha (11€, 2 unidades), king crab bao (15,60€, 2 unidades), ceviche Amazónia (9€) e, ainda dentro da fusão asiática, poke de atum (19€). Dentro da categoria sushi, além dos tradicionais nigitis, sashmi, gunkans, destaque para os Amazonia hot roll (salmão, camarão, queijo creme, alho francês, ovas massago e massa kataifi, 10€, 6 unidades), e ainda vários combinados de sushi e sashimi, cujos preços variam entre os 20€ (12 peças) e os 70€ (50 peças).

Para os amantes de peixe, nada como um tamboril e camarão de Moçambique (que é, na verdade, um apurado arroz de tamboril, 21€). Para os que não passam sem carne, um clássico: picanha gaúcha, com tudo aquilo a que têm direito (batata frita, feijão preto à brasileira, couve mineira e banana frita, 22,50€) ou, para elevar ainda mais a fasquia, rodízio à brasileira (27,50€). Para a sobremesa, nada como terminar dentro do tema tropical, com Ananás Amazónia caramelizado com gelado de coco (5,5€).

Terminado o jantar, após as 22h30 e até à 01h, há mais uma sala para conhecer, a célebre Torre Millennium, um dos espaços mais emblemáticos da discoteca Day After, que agora funciona como cocktail bar com seleção musical do DJ residente.

Veja as fotos

Amazónia

Estrada Nacional nº 2, Vermum Campo
3510-512 Viseu
Contacto: 967 065 044
Horário: quinta-feira 19h30 -00h; sextas e sábados 19h30-01h

Facebook e Instagram

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.