Uma sopa pode ser benéfica para a saúde e ajudar na cura de algumas doenças. Um estudo divulgado esta terça-feira, 19 de novembro, pela revista britânica "BMJ Journals" revela que há caldos de sopa que atuam "contra o crescimento in vitro [em meio artificial] do parasita da malária, decorrentes de caldos de complexos vegetais e/ou à base de carne".

A malária é uma das principais causas de mortalidade pediátrica global, razão que confere a este estudo uma grande importância no combate desta doença infecciosa nas crianças. E apesar de existirem já diversos medicamentos antimaláricos eficazes, em alguns casos estes parecem não combater o parasita, de acordo com o estudo. 

A investigação analisou vários ingredientes e receitas de caldos tradicionais de famílias de várias etnias — incluindo a Europa, o norte da África e o Médio Oriente. Os caldos de sopa foram provados por crianças para testar a capacidade de estes interromperem o crescimento assexual do parasita da malária ou do desenvolvimento do estágio sexual do mesmo fora do organismo (in vitro).

"Até onde sabemos, este é o primeiro estudo deste género a envolver as crianças para estudar os caldos de sopa tradicionais com propriedades antimaláricas. É um estudo que visa contribuir tanto educacional, como cientificamente, para o objetivo global de combater a malária", dizem os autores.

3 receitas de sopas saudáveis e criativas para combater o frio
3 receitas de sopas saudáveis e criativas para combater o frio
Ver artigo

De 56 caldos testados, quatro "apresentavam mais de 50% de atividade bloqueadora da transmissão, impedindo o desenvolvimento do estágio sexual do parasita masculino", refere o estudo.

Contudo, de acordo com o jornal "The Guardian", os investigadores não encontraram um ingrediente em específico entre esses quatro caldos, não conseguindo assim explicar o porquê de isto acontecer.

Um estudo anterior a este, publicado em 2000, já havia revelado que a sopa de galinha tinha benefícios no que diz respeito à inibição da migração de neutrófilos [tipo de glóbulo branco que atua como a principal defesa do corpo contra infeções bacterianas agudas e certas infeções fúngicas], mostrando pela primeira vez os benefícios das sopas na prevenção de algumas doenças.

Agora, o mais recente estudo não se refere apenas ao caldo de galinha, mas também àqueles que usam um ingrediente que se sobressaiu no estudo: a erva Qinghao, usada na medicina chinesa há milhões de anos, e que mostrou ser um bom agente no combate do parasita transmitido pela picada do mosquito. 

"As receitas da família podem representar um inexplorado recurso para encontrar ingredientes primários que poderiam avançar para tornar-se futuros antimaláricos", concluem os autores do estudo.

Newsletter

A MAGG é uma magazine para mulheres MAGGníficas. A MAGG faz um apanhado das mais estranhas que encontrámos nos sites das lojas.
Subscrever

Notificações

A MAGG é uma magazine para mulheres MAGGníficas. A MAGG faz um apanhado das mais estranhas que encontrámos nos sites das lojas.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.