Leu bem: existe um lápis que se planta. Apesar de não ser uma novidade no mercado, o lápis da Naubi tem uma particularidade. Enquanto vive semeia amor e no fim de utilizado semeia uma nova vida na natureza. A ideia nasceu em Paços de Ferreira, mas num ápice está a chegar a todo o País.

Sara Dias, Georgina Alves, Pedro Leão e Ricardo Simões, entre os 27 e 29 anos, são os jovens com formação base em Direito e Engenharia Eletromecânica por detrás da Naubi, um projeto que não se dedica apenas aos lápis — desenvolve também produtos artesanais e personalizados focados na sustentabilidade.

No que diz respeito ao lápis semente, não só é sustentável porque "após a sua utilização, deverá ser colocado em terra fértil para que, regado com amor, floresça", explicam os responsáveis da marca à MAGG, mas também porque é isento de chumbo, contaminantes e poluentes.

Peggada. Nasceu o guia para quem quer dar "um passo de cada vez" na sustentabilidade
Peggada. Nasceu o guia para quem quer dar "um passo de cada vez" na sustentabilidade
Ver artigo

17A direito por linhas mais ou menos tortas, tudo se escreve sem arrependimentos com este lápis, por isso, no lugar da habitual pequena borracha, há uma semente. Esta fica dentro de uma cápsula que, apesar de parecer de plástico, é feita de um material vegetal biodegradável constituído, unicamente, por celulose e água.

"Mais do que um lápis de dupla funcionalidade, temos o objetivo primordial de proporcionar o começo de mais um ciclo de vida e de devolver à natureza tudo o que um dia foi dela", referem os fundadores.

O que não prejudica o ambiente e até melhora o estado de espírito, são as mensagens inspiradoras que cada lápis traz. "O que flor para ser, flores será", "por onde for, plante amor" e, especialmente para o Natal, "gosto mais de ti do que de rabanadas" — uma prova de amor ideal para oferecer nesta quadra. Pode escolher uma das frases sugeridas pela Naubi ou personalizar com uma à sua escolha.

De dupla para tripla funcionalidade, cada lápis vem ainda acompanhado de um marcador — em tons sólidos, pastel ou com padrões —, para dar uso nos livros que vai receber este Natal. Também este pode ser personalizado com o seu nome ou da pessoa a quem quer oferecer.

E, afinal, como é que se gera vida com este lápis? Depois de afiado até ao último centímetro, "quando a cápsula é exposta a humidade, liberta a semente que, em tempo, começa a germinar", explica a equipa da Naubi. Pode escolher entre plantar um girassol, capuchinhas e cravelinas, ou até rúcula e salsa para os cozinhados.

No fundo, a sugestão é simples: "Começa a escrever o ano mais incrível da tua vida. Quando é feito com amor, floresce", diz o marcador que acompanha o lápis semente.

Como as sementes fazem parte das raízes da Naubi, ainda agora nasceu uma, mas já estão a plantar novas ideias. "Temos em mente, ainda, a produção de um novo produto que, neste momento, se encontra em fase de testes", revelam à MAGG.

Cada lápis semente custa 3€ (portes de envio gratuitos) e pode ser encomendado por mensagem privada na página de Instagram ou Facebook da Naubi e em breve através do website da marca.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.