Quatro horas antes da emissão desta quinta-feira do "5 Para a Meia-Noite", a RTP anunciava o isolamento profilático de Inês Lopes Gonçalves. A apresentadora esteve em contato com uma pessoa infetada com o novo coronavírus e, por isso, falhou a condução do talk show.

Miguel Rocha, repórter do programa, foi chamado para substituir Inês Lopes Gonçalves. No monólogo inicial da emissão desta quinta-feira, 3 de dezembro, o humorista brincou com o facto de ter sido chamado à última hora para conduzir o programa. "Eu estou ótimo. Há duas horas estava a ir para casa e disseram-me 'Ó Miguel, vem apresentar o 5 para a meia noite' e eu 'Não tinha mais nada para fazer! Bora lá! claro que sim!'", disse.

"5 Para a Meia-Noite". O bom e o menos bom da estreia de Inês Lopes Gonçalves aos comandos do talk show
"5 Para a Meia-Noite". O bom e o menos bom da estreia de Inês Lopes Gonçalves aos comandos do talk show
Ver artigo

João Baião, Nel Monteiro e a sexóloga Tânia Graça foram os convidados do '5' desta quinta-feira. Apesar de esta ter sido a primeira vez que Miguel Rocha conduz o formato a solo, o humorista é um veterano do talk show da RTP, fazendo parte do formato desde a sua fundação, em 2009.

O debute televisivo de Miguel Rocha deu-se em 2005 n' "A Revolta dos Pastéis de Nata", talk show da RTP conduzido por Luís Filipe Borges. Desde então, o humorista tem sido presença regular no histórico talk show da estação pública de televisão. Em 2013, integrou o elenco de "O Formigueiro", na SIC. O talk show conduzido por Marco Horácio foi uma adaptação do original espanhol "El Hormiguero", no ar desde 2006. Por cá, o formato foi cancelado ao fim de apenas 8 programas.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.