Joana e Andreia, as infiltradas do "Big Brother - A Revolução", deixaram a casa esta segunda-feira, 21 de dezembro, e aproveitaram para falar da experiência que tiveram no "Extra". As duas ex-concorrentes também quiseram comentar a prestação de Zena no jogo e o passaporte que recebeu para a final do reality show da TVI.

A designer de moda começou por referir que não queria que Zena recebesse o passaporte para a final. "Fiquei chateada. Eu para além de ser ex-concorrente, sou telespetadora. Quando torcemos por uma equipa e depois essa equipa não ganha... ficamos chateados".

Joana havia dito que queria ser imparcial no seu percurso enquanto infiltrada, mas acabou por não conseguir. "Favoreci a Jessica, mas também porque é que eu haveria de torcer pela Zena", disse a ex-concorrente de Cascais, que é uma grande apoiante da filha de Sandra.

André Abrantes pediu à produção para não passar as imagens de sexo com Zena
André Abrantes pediu à produção para não passar as imagens de sexo com Zena
Ver artigo

"Todo o jogo está construído para a Zena brilhar. Muita gente gosta de ver o jogo dela, mas preferia que ganhasse a Jéssica. A Zena é muito focada e sabe até onde pode ir no jogo, bem como o que pode ou não passar cá para fora", acrescentou Andreia. A bailarina do Seixal também referiu que sem o André na casa, a madeirense terá de encontrar alguma situação em que possa "brilhar" e "mostrar aquilo que quer passar cá para fora".

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.