O "Big Brother" voltou a sancionar os concorrentes esta quinta-feira, 11 de março, depois de mostrar um bloco de imagens no qual se podia ver alguns participantes sem microfone, Bruno Savate a fumar dentro de casa ou troca de sussurros entre Sofia, Sónia e Jéssica. O grupo perdeu 50% do orçamento semanal e a decisão do soberano gerou revolta entre alguns jogadores.

Quem ficou indignado foi o pugilista, que não gostou de ver as imagens apresentadas. "Essas imagens são de há mais de quatro semanas", atirou prontamente Savate. Sónia também ficou revoltada por não concordar que a sanção fosse aplicada ao grupo, uma vez que foi o pugilista quem desrespeitou mais vezes as regras: fumou dentro de casa, comunicou com o exterior e chegou a tirar o microfone.

Jéssica Nogueira vai processar Castelo Branco após insinuação de que era acompanhante de luxo
Jéssica Nogueira vai processar Castelo Branco após insinuação de que era acompanhante de luxo
Ver artigo

Sofia sentiu-se injustiçada porque muitos concorrentes expulsos sussurravam e nunca chegaram a ser sancionados. "Todos já sussurrámos um bocadinho mas já esteve muito pior em semanas anteriores a nível de sussurros. Acho que foi uma boa estratégia para abafar o que fez um concorrente e penalizar todos e não só um", disse.

"A Sofia devia ter vergonha na cara, que ela já esteve no exterior a ouvir a amiga dela, a Lúcia, que ainda por cima me insultou. Toda a gente já errou aqui na casa, inclusive a própria Sofia. Perdeu uma boa oportunidade de estar calada", atirou o ex-concorrente da "Casa dos Segredos" visivelmente irritado com a colega.

Veja aqui o momento.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.