Desde 2013 que Susana Ribeiro lança um convite em permanência: Viaje Comigo. Este é o nome do site que a própria fundou sem olhar a públicos, apenas com o objetivo de partilhar o gosto pelas viagens mostrando dicas e sugestões que foi colocando em prática como tour líder. No entanto, ao longo dos últimos 8 anos apercebeu-se qual a maioria de quem queria viajar e seguir as sugestões do Viaje Comigo: mulheres. Assim, decidiu lançar um novo site — Mulheres em Viagem — num dia especial.

"Eu ia lançar o site no fim do mês porque é, supostamente, quando acaba o confinamento. Mas [chegava] este dia, que para mim é muito importante e nunca se esvaziou do que ele é, e pensei: 'Eu tenho de aproveitar este dia simbólico", 8 de março, Dia Internacional da Mulher. Susana Ribeiro conta à MAGG que o site Viaje Comigo é quase 70% feito de mulheres e nas várias viagens guiadas que organizava essa presença mantinha-se, bem como os temas sobre o universo feminino em várias situações.

"Às vezes, numa viagem, alguém estava menstruada e originava uma conversa de mulheres. Começávamos a falar nos ciclos menstruais e de como isso nos influencia. E eu achava sempre que era difícil obter essa informação e encontrava gente da minha idade que não tinha essa informação", refere. Agora, para falar sobre sexualidade, desenvolvimento pessoal, saúde, beleza, maternidade, Susana já tem um novo lugar: o Mulheres em Viagem.

Patrícia Lemos, educadora menstrual. "As mulheres sabem zero sobre o seu ciclo menstrual"
Patrícia Lemos, educadora menstrual. "As mulheres sabem zero sobre o seu ciclo menstrual"
Ver artigo

Até ao sucessivos confinamentos Susana Ribeiro tinha sempre o tempo ocupado pelo blogue e pelas viagens como tour líder, que teve de suspender, e o empurrão para o projeto que idealizou há bastante tempo surgiu então com a pandemia de COVID-19.

Mulheres em Viagem é mais projeto “filho da pandemia", como a própria Susana refere, em particular deste segundo confinamento geral, quando iniciou as “Conversas do Confinamento”, a 15 de janeiro. "As conversas foram um bocadinho uma terapia para mim. Quando decretaram este segundo confinamento geral, eu entrei em negação no início, porque sou blogger de viagens e tour líder e vi-me privada", conta à MAGG, acrescentando que começou as conversas ainda sem saber que seria a base do novo site. Na altura, "serviam de conhecimento" e modo de conexão com outras pessoas.

A iniciativa contou (e continuará a contar até ao fim do confinamento) com uma série de entrevistas — permitindo que Susana coloque os dotes de jornalista em ação — a mulheres inspiradoras das mais diversas áreas. É o caso da fotógrafa Inês Ventura ou da Educadora Menstrual e para a Fertilidade Patrícia Lemos, cujas entrevistas já estão alojadas no novo site.

Além de juntar várias mulheres nestas entrevistas, Susana Ribeiro decidiu juntar mais um nome feminino ao projeto que acaba de sair da gaveta: Rafaela Santiago, formadora de inglês, viajante e agora cofundadora do Mulheres em Viagem, tarefa que junta à colaboração que já tinha com o site Viaje Comigo.

O objetivo do Mulheres em Viagem é fazer jus ao logotipo, uma borboleta, uma vez que as mutações serão constantes ao longo do tempo. Para já vai ser um espaço de discussão online com temas de, para e sobre elas, como o feminismo, mas a intenção é também juntá-los a eles ao debate, a propósito da igualdade de género. "Isto é para crescermos todos. Quando as mulheres tiverem igualdade de direitos vai ser ótimo também para os homens", destaca Susana.

No futuro, a ideia é que os encontros online passem a presenciais, mal a pandemia o permita, e neste caso a ideia é juntar mulheres em viagens, mas também homens, de acordo com as ocasiões.

Viaje Comigo vai continuar em boa companhia feminina

"Vou continuar a fazer grupos mistos. Isto é importante dizer para as pessoas não pensarem 'ah, ela agora vai pôr os homens de parte'", diz e refuta esta ideia. "Eu já trabalhava com uma outra agência, do João Cajuda, e aí vou ter sempre grupos mistos quando for possível viajarmos em segurança. Estamos sempre a adiar os tours desde que isto começou. Também trabalhava com uma outra agência de Coimbra e talvez seja a partir daí que vamos criar estes tours só no feminino", conta Susana, revelando já outra das funções do novo site.

É que além de as Mulheres em Viagem espelhar as preocupações, lutas e experiências de mulheres, permitirá também às viagens literais ao tornar-se na primeira agência de viagens totalmente dedicada a mulheres. 

Por enquanto, o novo site vai ter uma forte presença online através do site e apesar de não ter redes sociais próprias, contará com as do Viaje Comigo. "É 'back to basics': pode-se comentar e deixar sugestões nas caixas de comentários" do site, explica Susana. Além das discussões no site, o Mulheres em Viagem terá ainda uma newsletter semanal que avisará de viagens ou eventos, sempre com o objetivo de empoderar as mulheres — algo crucial, especialmente para as futuras viagens.

"Apesar de a palavra empoderamento hoje começar a ficar um bocado vazia de conteúdo, por se usar tanto, quando tens conhecimento de ti própria, dos teus limites, dás poder a ti própria", diz Susana Ribeiro, lembrando as próprias experiências. "Eu já senti isso nas viagens. Quando levava as pessoas para aqueles sítios que nos abalam todas as estruturas, como a Índia e São Tomé, as pessoas ficavam não sei quanto tempo a agradecer a experiência", termina.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.