Que os cães roem tudo, já sabemos. Contudo, mantas e chinelos à parte, Clayton e Carrie Law não estavam à espera de que Cecil, o seu Goldendoodle, tivesse o ímpeto de devorar algo bastante valioso: um envelope que continha 4 mil dólares (o equivalente a cerca de 3.650€), segundo a CBC Radio.

O episódio (insólito, no mínimo) ocorreu em dezembro na Pensilvânia, nos Estados Unidos – e depois de o partilharem nas redes sociais, o par e patudo ficaram virais. "Finalmente prontos para falar sobre [o que aconteceu] a semana passada. O banco garantiu-nos que isto acontece a toda a hora", brincou a dona do patudo no Instagram, ao partilhar um vídeo da peripécia.

Veja o vídeo.

Tudo começou quando Clayton e Carrie levantaram o dinheiro para pagar a um empreiteiro. O casal colocou o envelope na cozinha não por muito tempo – mas foi o suficiente para que Cecil não resistisse à tentação. "De repente, o Clayton gritou: 'o Cecil está a comer os 4 mil dólares!'", diz Carrie, citada pelo "The Guardian". "Pensei: 'Não posso acreditar no que estou a ouvir'. Quase tive um ataque cardíaco", continuou.

Depois de entrar em pânico – quer pela quantia perdida, quer pela saúde do cão –, o casal foi em busca da ajuda de um veterinário, que recomendou que o animal fosse vigiado em casa. Além disso, contactaram o banco para saber se havia solução e disseram-lhes que, quando as notas fossem expelidas pelo cão, se os números de série fossem visíveis, poderiam ajudar na resolução do problema.

Este cão é viciado na "Patrulha Pata". Veja o vídeo em que implora para ver os bonecos
Este cão é viciado na "Patrulha Pata". Veja o vídeo em que implora para ver os bonecos
Ver artigo

A isto seguiu-se a documentação do processo (um pouco repugnante, diga-se) de salvação da maior quantia de dinheiro possível, a partir dos bocados que Cecil tinha vomitado ou defecado. Até agora, Carrie Law diz que conseguiram reaver 3.550 dólares (cerca de 3.240€) do dinheiro.

"Lá estávamos nós no lava-loiça a lavar este dinheiro, a gritar 'Yay! Sim! Conseguimos uma! Cheirava tão mal'", relembrou a dona, citada pela mesma publicação. "Nunca pensei poder dizer que lavei dinheiro, mas parece que há uma primeira vez para tudo", rematou.

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.