Mais de metade das crianças portuguesas com obesidade são vítimas de bullying na escola. Mais concretamente, são 65% os jovens que passam por estas agressões devido a esta doença, de acordo com dados de uma sondagem divulgada esta terça-feira, 20 de outubro, dia em que se celebra o Dia Mundial do Combate ao Bullying.

Os números do questionário realizado Associação Portuguesa Contra a Obesidade Infantil (APCOI) indicam também que uma em cada cinco crianças com obesidade em Portugal foi vítima pela primeira vez de um ataque de bullying online durante os meses de confinamento e ensino à distância através das redes sociais, avança a Agência Lusa, citada pelo "Observador".

O bullying está a tomar conta da vida do meu filho e eu não sei lidar com isso
O bullying está a tomar conta da vida do meu filho e eu não sei lidar com isso
Ver artigo

De acordo com os mesmos dados, os insultos, alcunhas e comentários inapropriados foram os principais atos discriminatórios cometidos contra crianças com excesso de peso entre os 6 e os 14 anos. Na sua maioria, as agressões reportadas foram realizadas por colegas da mesma turma (47%). Alunos de outras turmas e situações com professores ou pessoal não docente representam percentagens de 40% e 13%, respetivamente.

A sondagem realizou-se com a participação de 512 encarregados de educação que, na sua maioria, afirmaram já terem tido de lidar com pelo menos uma situação de bullying escolar ou preconceito relacionado com o peso da criança, nos últimos dois anos letivos. Em 2020, a APCOI garante que as agressões foram agravadas pela pandemia causada pelo novo coronavírus.

No dia em que se celebra o Dia Mundial do Combate ao Bullying, a Associação Portuguesa Contra a Obesidade Infantil associou-se à Coligação Europeia de Associação de Pessoas com Obesidade (ECPO) na campanha “People First #LivingWithObesity”, que inclui o lançamento de um spot de vídeo, infográficos educativos e um webinar ao vivo a decorrer dia 21 de outubro, às 14 horas. O objetivo da iniciativa é despertar atenção para esta problemática e consciencializar a sociedade.

Newsletter

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.
Subscrever

Notificações

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.