A Zara — tal como outras marcas do grupo Inditex, que encerraram todas as lojas em Portugal esta quarta-feira, 18 de março — está a estudar a possibilidade de fabricar material sanitário em Espanha necessário aos profissionais de saúde do país, como é o caso das roupas de proteção.

A notícia foi avançada pelo jornal "El Mundo" e dá conta de que as entidades de saúde espanholas necessitam essencialmente de máscaras, luvas, óculos de proteção, chapéus, perneiras e protetores faciais — materiais que o grupo também se prontificou a fornecer através da sua capacidade de logística, abastecimento e gestão comercial para ajudar os hospitais a combater o COVID-19.

"Estamos a explorar a capacidade de converter parte de nossa capacidade de fabricação têxtil em produção de material sanitário, cujo objetivo envolve toda a equipa de produção da Inditex. Nesse sentido, foi identificada a possibilidade de fabricar vestidos de proteção em Espanha pelo que é necessário realizar uma série de ajustes sanitários e confirmar a disponibilidade de matéria-prima", afirma o grupo, de acordo com o jornal espanhol.

COVID-19. Morreu o paramédico italiano que andou a ajudar várias pessoas infetadas
COVID-19. Morreu o paramédico italiano que andou a ajudar várias pessoas infetadas
Ver artigo

Uma vez que a Inditex teve de fechar as portas de mais de 3 mil lojas espalhadas pelo mundo e viu as receitas cair 24% nas primeira semana de março como resultado da quarentena que se instalou em vários países, esta foi a forma encontrada de aproveitar a rede logística que ficaria parada numa atitude solidária para os profissionais que lutam contra a pandemia.

A empresa pretende assim dar suporte logístico ao material comprado pelo governo espanhol diretamente à China. Para já, a Inditex já doou 10 mil máscaras e até ao fim desta semana mais 300 mil unidades serão enviadas para a Espanha. É de referir que a Inditex tem várias fábricas a nível mundial, mas toda a produção chega a Espanha e é distribuída para outras lojas.

Newsletter

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.
Subscrever

Notificações

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.