Começamos com uma nota prévia: a geração Z é aquela que nasceu a partir de 1995, conhecida também como os nativos digitais e são possivelmente os netos dos baby boomers, que nasceram entre 1946 e 1964, e que já levaram algumas vezes com a resposta "ok, boomer", sempre que a conversa não lhes convinha.

São também os baby boomers que estão cada vez mais envolvidos no mundo digital, mas que o facto de não terem crescido com ele faz com que as compras online ainda sejam um bicho de sete cabeças. Já a geração Z vive das plataformas online e não passa uma noite sem Netflix, mas deixa para último recurso o envio de uma carta por correio, porque não é entregue no minuto seguinte.

Mas para analisar as preferências de cada um, a empresa Morning Consult realizou uma investigação: pegou em duas mil marcas, mais de 16 mil americanos e em cada entrevista perguntou o nível de confiança que cada indivíduo tinha em relação a determinada marca — com opções que podiam ir do "muito" ao "nada", ou "não sei" (não fosse o caso de algum boomers não conhecer uma plataforma digital).

As fotos que tiro ao meu namorado vs as fotos que ele me tira. 30 imagens que mostram o desleixo deles
As fotos que tiro ao meu namorado vs as fotos que ele me tira. 30 imagens que mostram o desleixo deles
Ver artigo

Os resultados? Enquanto os baby boomers confiam mais nos serviços de correios americanos ou no canal de televisão "The Weather Channel", a geração Z dá prioridade às tecnologias e plataformas como o Google ou Netflix. Mas há um ponto em comum: a marca de cereais Cheerios, com uma pequena diferença de lugares — na geração mais velha ficou classificada em 5.º lugar e os mais novos posicionaram-na em 21.º.

No meio destas duas gerações, também estiveram envolvidos no estudo a geração X (nascida entre 1961 e 1981) e os millennials (nascidos entre 1981 e 1996). Mostramos em que lugar ficou cada uma das marcas e, de acordo com a sua geração, veja se também corresponde à confiança que tem nestas empresas.

De acordo com o site "Business Insider", o CEO da Morning Consult afirmou que "não é segredo que a confiança é a chave do sucesso para as marcas" e que atualmente, todos os dias apresenta oportunidades aos líderes para cultivar a credibilidade, que aponta como fator essencial para a confiança.

Entre todas as marcas no estudo, aquelas que ficaram posicionadas nos primeiros 10 lugares em resultado da média de classificações de todas as gerações foram:

1.º USPS dos Estados Unidos
2.º Amazon
3.º Google
4.º PayPal
5.º "The Weather Channel"
6.º Chick-fil-A
7.º The Hershey Company
8.º UPS
9.º Cheerios
10.º M&M's

Newsletter

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.
Subscrever

Notificações

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.