Após o comentador e economista Rodrigo Constantino dar a sua opinião no YouTube esta quarta-feira, 4 de novembro, sobre o caso da alegada violação de Mariana Ferrer, considerado de "estupro culposo” pela justiça, foi demitido do quadro de funcionários da Jovem Pan, rádio brasileira.

O também jornalista comparou o caso de Mariana a uma situação semelhante com uma filha sua e o cenário hipotético chocou o Brasil. "Ela vai ficar de castigo feio, eu não vou denunciar um cara desses para a polícia, eu vou dar esporro na minha filha, que alguma coisa ali ela errou feio e eu devo ter errado… Para ela agir assim!”, disse Rodrigo Constantino.

"Estupro culposo". Que expressão é esta usada pela justiça que anda a correr as redes sociais?
"Estupro culposo". Que expressão é esta usada pela justiça que anda a correr as redes sociais?
Ver artigo

“É um comportamento absolutamente condenável, só que a gente não pode falar mais essas coisas hoje em dia. Existe mulher decente também ou piranha. Não existe a ideia de mulher decente? As feministas querem que não [exista a ideia]. Porque feminista é tudo recalcada, ressentida e normalmente mocreia [feia], vadia, odeia homem, odeia união estável, casamento, odeia isso tudo”, continuou.

Os comentários controversos do jornalista correram as redes sociais e tornaram-se até um dos principais tópicos do Twitter no Brasil e do mundo, em 10.º lugar.

A onda de revolta fez com que a rádio Jovem Pan, da qual Rodrigo Constantino faz parte, decidisse demitir o jornalista. "Diante do ocorrido nesta quarta-feira, 4, numa live independente, promovida fora de nossas plataformas, por um de nossos comentaristas, a Jovem Pan esclarece que desaprova veementemente todo o conteúdo publicado nos canais pessoais e apresentado nessa live", disse a rádio em comunicado no site, e que "em consequência do episódio, Rodrigo Constantino foi desligado de nosso quadro de comentaristas", termina.

Acrescentou ainda, relativamente ao caso de Mariana Ferrer, que defende "que a vítima não deve ser responsabilizada pelos atos de seu agressor, apesar do respeito que todos nós devemos ter às decisões judiciais".

A demissão foi também confirmada pelo próprio economista através do Twitter, no qual se mostrou injustiçado: "Vocês venceram uma batalha, parabéns!". Rodrigo Constantino alega que distorceram aquilo que disse durante no vídeo de YouTube, mas a repercussão foi tão grande que levou a Jovem Pan a tomar uma ação. "Não os culpo. É do jogo. Quem me conhece e quem viu de fato sabe que eu jamais faria apologia ao estupro! Mas desde já estou fora da Jovem Pan", afirma. Por fim, agradece à rádio pelo espaço que lhe concedeu enquanto fez parte da mesma.

O tweet teve um enorme alcance, com 34,1 mil gostos e mais de 18 mil comentários, entre os quais está o da cantora Anitta que não se deixou ficar sobre o comentário de Rodrigo Constantino sobre as mulheres feministas.

Newsletter

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.
Subscrever

Notificações

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.