Em plena hora de ponta, um homem disparou no metro de Brooklyn, um bairro em Nova Iorque, nos EUA, atingindo cinco pessoas e ferindo, pelo menos, outras 13. Nesta fase, o que se sabe é que um dos feridos está em estado crítico, segundo o Departamento de Bombeiros de Nova Iorque. O ataque aconteceu por volta das 08h30 locais (14h30 em Lisboa) e o suspeito está em fuga.

Trata-se de um homem que usa uma máscara de gás e um colete de construção laranja, avançam as autoridades. O suspeito será um afro-americano com cerca de 1,60 e pouco mais de 70 quilogramas, segundo os vários relatos recolhidos no local.

O homem deixou para traz engenhos explosivos que, segundo a CNN Portugal, já foram desativados. O canal avança ainda que já foi criado um cordão de segurança nas imediações da estação de metro de Brooklyn.

Ainda não se sabe qual terá sido o motivo do ataque, mas tudo está a ser feito para apanhar o suspeito em fuga. A circulação no metro está agora interrompida e a polícia de Nova Iorque pediu aos residentes de Brooklyn que evitem passar pela zona.

Pelas redes sociais circulam várias imagens do momento, duas delas captadas por um jornalista da "Fatih Artun". As imagens podem chocar os leitores mais sensíveis.

As escolas nas imediações estão a ser usadas como abrigo, avança um porta voz do departamento de educação da cidade de Nova Iorque à CNN Internacional. Isto significa que ninguém pode sair dos edifícios e que apenas os alunos podem entrar.

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.