Se as eleições autárquicas fossem votadas nesta altura, Suzana Garcia, a candidata à Câmara Municipal da Amadora apoiada pelo PSD e CDS, não conseguiria mais do que 16% de intenções de votos. É esta a conclusão de uma sondagem para o "Diário de Notícias" divulgada esta quarta-feira, 8 de agosto.

A sondagem indica ainda que Carla Tavares, do PS e atual presidente da autarquia, soma 37% da intenção de votos e ganharia em todas as freguesias da Amadora. Há, no entanto, 36% de cidadãos indecisos sobre em que candidato votar nas próximas eleições. Mas a sondagem em questão mostra que, uma vez feita a natural distribuição dos votos, o resultado seria uma ampliação dos votos para o PS — com 50% para Carla Tavares, Suzana Garcia somaria apenas 22%.

Os eleitores que estiverem confinados vão poder inscrever-se para votar nas eleições autárquicas
Os eleitores que estiverem confinados vão poder inscrever-se para votar nas eleições autárquicas
Ver artigo

Atrás de Suzana Garcia ficariam António Borges, da CDU (5%) e José Dias, do Chega (2%). Com apenas 1% dos votos ficariam tanto Carlos Macedo, do PAN, e Deolinda Martins, do BE.

Este resultado para Carla Tavares é também indicado por outra sondagem, esta feita para a SIC e para o jornal "Expresso", que diz que a autarca socialista somaria 41% dos votos — enquanto Suzana Garcia chegaria aos 30%.

CDU conseguiria 8%, o BE 5%, o Chega 3% e a Iniciativa Liberal e PAN ambos com 2%, segundo a sondagem em questão.

As duas sondagens surgem no rescaldo do debate sobre a autarquia da Amadora, emitido esta terça-feira, 7 de setembro, na RTP3, quase todo ele dedicado ao bairro da Cova da Moura, e através do qual Suzana Garcia atacou as propostas de Carla Tavares para a autarquia.

A atual presidente da Câmara argumentou que a oposição aprova grande parte das medidas por unanimidade e que, por isso, talvez a discórdia sobre qual deverá ser o futuro da Amadora não seja tão díspar entre partidos.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.