É lançado esta sexta-feira, 3 de dezembro, o podcast "Cancro Sem Temor", da autoria do Instituto Português de Oncologia do Porto (IPO). O formato vai reunir profissionais de saúde, doentes e familiares e será moderado por uma jornalista ao longo dos vários episódios.

O podcast tem sete episódios com duração média de 30 minutos, que serão lançados de 15 em 15 dias (com exceção da época natalícia) no YouTube e nas plataformas de podcast (Spotify e Apple Podcasts). O objetivo é "desmistificar ideias e apaziguar todas as dúvidas" de quem é diagnosticado com cancro e entra numa realidade desconhecida. "Pretende-se que os doentes e as suas famílias se sintam ainda mais acolhidos, informados e apoiados", pode ler-se na publicação de Facebook do IPO do Porto sobre o lançamento.

Este projeto dá lenços elegantes às mulheres com cancro."Quero continuar bonita, mesmo doente"
Este projeto dá lenços elegantes às mulheres com cancro."Quero continuar bonita, mesmo doente"
Ver artigo

Para isso, os episódios vão contar com testemunhos, com informação precisa de médicos e outros especialistas, numa conversa que será moderada pela jornalista Lúcia Gonçalves.

"Os episódios abordam temas bastante importantes sobre o cancro. Para quem está em casa, no carro ou até a fazer os tratamentos, podem ouvir, refletir e reconhecer muito do que ouvem nelas próprias", disse Susana Sousa, mentora do projeto e médica oncologista no IPO do Porto, à agência Lusa, de acordo com o jornal "Observador". Os direitos dos doentes, ensaios clínicos, benefícios e até a morte são alguns dos temas do podcast "Cancro Sem Temor".

A ideia é mostrar aos doentes oncológicos que "não estão sozinhos" e que "é possível viver com esta doença", continuou a médica oncologista, e o primeiro episódio — “Cancro tal qual começou” — é uma ajuda nesse sentido.

O episódio número um, com um testemunho de um doente, da sua filha e a participação de uma psicóloga, aborda o surgimento da doença, da adaptação, e da influência que, no caso do testemunho, teve no quotidiano e na gestão de emoções.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.