Vivemos na era do freelancing, do trabalhador que prefere não estar preso às empresas, pelo menos de forma absoluta. Vivemos no tempo dos blogues, dos influenciadores digitais, dos nómadas que, a partir de qualquer parte do mundo, se expressam e mostram trabalho a partir de plataformas online. Estamos mais autodidatas e multifacetados: preferimos fazer pelas nossas mãos do que contratar, mesmo que isso signifique assistir a cinco mil tutoriais de YouTube.

Criar sites já foi uma tarefa ultra complexa. Mas nos dias que correm podem ser um trabalho tão simples como agarrar e arrastar blocos, como nos mostra a Ucraft, a empresa da Arménia representada num dos stands da Web Summit. Criou um software capaz de tornar qualquer pessoa no criador de uma página de internet tão bonita e capaz com aquelas que metem linhas de código que não acabam — com a vantagem de não ter nenhuma. Deixamos nas imagens abaixo dois exemplos de sites criados nesta plataforma, o "Limone" e o "Plumes Illustrations". Pode consultar mais no site da Ucraft.

Tudo começou com a Bang2Joom, o projeto pioneiro que deu origem ao Ucraft. "Arrancámos com uma ideia simples para ajudar as pequenas empresas a escolherem os seus templates. Ao juntarem-se ao Bag2Joom, os membros tinham acesso exclusivo a modelos profissionais", explica à MAGG Gohar Zalibekyan, responsável pelo departamento de comunicação regional desta empresa.

"Mas queríamos fazer mais e expandir o nosso alcance. Focado em fornecer ferramentas poderosas e design web responsivo, o Bang2Joom cresceu para a plataforma tudo-em-um, o Ucraft. Recebemos um investimento da SoftConstruct e, em 2014, o Ucraft foi lançado oficialmente."

Gohar Zalibekyan, responsável pelo departamento de comunicação regional, na Web Summit, em Lisboa

Fundada por Gev Balyan, a plataforma inclui três pacotes: "Temos o pacote de site gratuito, que inclui elementos e ferramentas básicas; e temos pacotes pagos a partir de 10 dólares por mês, que incluem todas as ferramentas. Todos os pacotes, incluindo o gratuito, têm a opção de conectar o domínio gratuitamente, assim como alojamento Google Cloud, certificado SSL gratuito (https em vez de http) e suporte técnico 24 horas por dia, sete dias por semana."

Seis anos depois, diz Zalibekyan, a Ucraft tem mais de cem funcionários, três escritórios (Yerevan, na Arménia, Moscovo, na Rússia, Los Angeles, nos Estados Unidos), sendo a plataforma por detrás de mais de cem mil sites, tendo um total de 140 mil utilizadores ativos.

Como é que tudo acontece?

O vídeo acima faz um bom resumo do processo, mas sintetizamos por escrito. Tudo começa, obviamente, com o acesso ao site. Depois, o utilizador deverá introduzir o nome do seu subdomínio (posteriormente pode facilmente associar a um novo ou já existente) e escolher um template — são inúmeras opções dentro de várias categorias, que vão desde blogue, a loja de e-commerce, páginas mais relacionadas para negócios, artes, fotografias, eventos, apps.

Posto isto, é hora de criar um registo (pode fazer o login via Facebook ou Google) e, depois, escolher um dos pacotes. Dica: pode usar os pagos gratuitamente durante 14 dias, sem introduzir nenhum dado bancário.

Por fim, é hora de começar a construir o seu site, utilizando ferramentas tão simples como arrastar e largar, clicar diretamente sobre os títulos e textos existentes —  substituíndo-os por aqueles que quer — criar páginas novas, sub-páginas, criar logótipos, ou fazer download de um que já tenha criado, introduzir imagens (animações são aceites), alterar a fonte das letras, as cores e toda a estrutura do esqueleto que escolheu para o seu site.

Um pequeno alerta: apesar do minimalismo da plataforma, há muitas opções e muitas ferramentas para explorar. Assim, poderá demorar algum tempo a familiarizar-se com tudo, num processo potencialmente frustrante, montado em cima do sistema tentativa-erro. Mas, hey, ao contrário de um website, Roma não se fez num dia.

Newsletter

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.
Subscrever

Notificações

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.