A Mercadona promete aumentar o salário de entrada de todos os colaboradores em Portugal já a partir de janeiro de 2023. A cadeia de supermercados pretende, então, pagar mais 147€ do que o estipulado no salário mínimo nacional, incluindo os duodécimos.

Deste modo, estarão em causa 1.034€ brutos mensais, valor que está 16,6% acima do salário mínimo nacional definido para o próximo ano. Graças a esta medida, que entra em vigor em janeiro de 2023, os colaboradores da Mercadona terão um salário de entrada de 12.410€ por ano.

Mercadona vai (finalmente) chegar ao sul do País. Saiba onde e quando abre a nova loja
Mercadona vai (finalmente) chegar ao sul do País. Saiba onde e quando abre a nova loja
Ver artigo

Trata-se, assim, de um aumento de 11% do salário de entrada para todos os funcionários da cadeia de supermercados em Portugal. Guiando-se por uma política de progressão salarial, a empresa visa conceder um aumento de 11% a cada ano.

Além disso, os funcionários recebem um prémio anual por objetivos, que, nos primeiros quatro anos, corresponde a um salário extra. Nos anos seguintes passa a representar dois salários extra. Visam, com estes salários acima da média do setor, garantir o crescimento profissional dos colaboradores.

"O nosso objetivo é promover condições laborais competitivas, tanto a nível económico como na conciliação ou no desenvolvimento profissional", afirma o responsável de benefícios e compensações em Portugal, Hugo Pilar, que destaca os recursos humanos da empresa.

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.