A mulher de 33 anos suspeita do homicídio dos dois filhos gémeos recém-nascidos, ocorrido no passado sábado, 4 de dezembro, na sua residência no concelho de Cascais, ficou em prisão preventiva.

Detida mãe dos gémeos recém-nascidos encontrados mortos em Cascais
Detida mãe dos gémeos recém-nascidos encontrados mortos em Cascais
Ver artigo

A informação foi confirmada por uma fonte da Polícia Judiciária (PJ) à agência Lusa esta sexta-feira, 10 de dezembro, — dia em que a suspeita foi detida e presente a interrogatório judicial, tendo sido decretada a medida de coação mais grave, de prisão preventiva, avança a SIC Notícias. 

De acordo com uma nota enviada à comunicação social, a mulher foi detida por "existirem contra ela fortes indícios da prática de dois crimes de homicídio qualificado e de um crime de profanação de cadáver", avançou o jornal "Observador". Sabe-se agora também que as duas crianças recém-nascidas (uma menina e um menino) terão nascido com vida e sido estrangulados pela mãe, revela o "Jornal de Notícias". 

As crianças foram encontradas mortas dentro de uma residência em Cascais, a 4 de dezembro, estando um dos bebés  "dentro de um saco de lixo e outro em cima de uma cama", revelou fonte da PSP à agência Lusa

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.