Todas as pessoas que façam parte do grupo prioritário para a toma da vacina contra a COVID-19 vão receber uma mensagem de texto à qual terão de responder se querem ou não ser vacinados. A informação foi incluída na segunda versão do plano nacional da vacinação, apresentado em Lisboa esta quinta-feira, 17 de dezembro, e citado pelo jornal "Público".

Se à primeira mensagem os utentes responderem que querem ser vacinados (com a palavra "sim"), irão receber uma nova SMS com a data, a hora e o local onde a vacina irá ser administrada. Caso o utente não tenha interesse em tomar a vacina, basta responder "não" e não lhe será enviada uma nova mensagem com uma proposta de agendamento.

COVID-19. Vacinação deverá começar a partir de 27 de dezembro em toda a União Europeia
COVID-19. Vacinação deverá começar a partir de 27 de dezembro em toda a União Europeia
Ver artigo

Para garantir a celeridade do processo, os Serviços Partilhados do Ministério da Saúde estarão responsáveis por fornecer aos Agrupamentos dos Centros de Saúde (ACES) uma listagem com o nome e os contactos dos utentes a vacinar.

No caso de a data sugerida não ser compatível com as atividades do utente, este pode ser responder com a palavra "não" à mensagem de agendamento para que posteriormente, seja encaminhado ao seu centro de saúde para agendar uma nova.

As primeiras vacinas vão chegar a Portugal entre 24 e 26 de dezembro e será nessa altura em que a primeira fase de vacinação será iniciada, à semelhança do que vai acontecer nos restantes estados-membros da União Europeia. Nesta primeira etapa, os centros de saúde mais pequenos ou sem meios para cumprir alguns dos requisitos para a administração da vacina em utentes, ficam de fora.

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.