Dizer que Sofia Alves está igualzinha ao que era há 20 anos, quando protagonizou a icónica novela da TVI "Olhos de Água", não é exagero. A atriz de 47 anos, que está de volta às novelas na trama da SIC "A Serra", mantém o mesmo aspecto jovial e pele resplandecente que emprestou às gémeas Leonor Serra e Luísa Negrão.

Em conferência de imprensa digital, Sofia Alves revelou, de forma bem disposta, qual o segredo para manter a pele fresca e hidratada. "O truque que eu uso e que resulta desde sempre, era o que eu via a minha avó fazer. E ela morreu velhinha, linda e sem uma ruga", começa por explicar.

Sofia Alves é Carlota Pereira Espinho em
Sofia Alves é Carlota Pereira Espinho em "A Serra" créditos: SIC

"Eu uso um creme de uma lata azul - cuja marca não vou dizer - é espesso e aconselho toda a gente a fazer isso. É impressionante, não há creme nenhum melhor. À noite, antes de dormir, faço uma pasta e aquilo absorve tudo e é o que está a ajudar-me há anos", explica Sofia Alves, ressalvando que, "de manhã", usa outros produtos. "Este é o meu segredo de beleza. Custa 2, 3€ e resolve-me um montão de problemas", afiança Sofia Alves.

"A Serra". A agitação cosmopolita de Fraga Pequena e a lingerie sexy da moleira Fátima
"A Serra". A agitação cosmopolita de Fraga Pequena e a lingerie sexy da moleira Fátima
Ver artigo

Com preço atual de mercado de 3,50€ por uma embalagem de 150 ml, o famoso creme Nivea (sim, o da lata azul), é historicamente considerado o primeiro creme hidratante. Foi criado em 1911 pela Beiersdorf, empresa alemã até aos dias de hoje sediada em Hamburgo. É a primeira emulsão de água e óleo, cujo agente emulsionante, a lanolina, também foi patenteado pela Beiersdorf.

110 anos depois, continua a ser um dos produtos de cosmética mais populares do Mundo e há até quem defenda que as suas propriedades hidratantes e antirrugas são comparáveis a produtos de luxo, infinitamente mais caros, como o famoso creme De La Mer (cujo preço ronda os 500 € por 100 ml).

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.