Tal como tantas outras mulheres, Bárbara Norton de Matos não sai de casa sem colocar um aroma no corpo e na roupa. Não dizemos perfume, porque a atriz prefere águas de colónia pela versatilidade e facto de poder "usar e abusar". O mesmo vão poder fazer as mulheres que ficarem a conhecer as novas águas de colónia feitas à semelhança da própria essência da atriz.

"Quis criar um produto meu, de raiz, que fosse exatamente parecido comigo. Ou seja, apostei muito na essência. O maior investimento foi na percentagem da fragrância, que para mim é o mais importante: o tempo que fica na pele", refere Bárbara Norton de Matos à MAGG.

Apesar de as águas de colónia serem feitas com produtos portugueses, Bárbara Norton de Matos procurou um equilíbrio nos ingredientes usados "para conseguir que o preço fosse acessível para toda a gente", precisamente para que todos deem o mesmo uso que a atriz. "Tenho os meus perfumes, que também gosto, mas o perfume, sendo mais caro, não é uma coisa para usar sempre. E a água de colónia posso usar em tudo: na roupa, nos sofás, na casa", continua.

Diana Chaves cria linha de joias em homenagem à mãe. "Tenho uma estrelinha da sorte"
Diana Chaves cria linha de joias em homenagem à mãe. "Tenho uma estrelinha da sorte"
Ver artigo

A ideia de criar uma marca própria surgiu num almoço entre amigas e nunca foi um objetivo de vida para a atriz. É simplesmente o resultado do que Bárbara é e de como os mais próximos a conhecem: uma pessoa "apaixonada por tudo o que é cheirinhos", em especial as águas de colónia — razão para ser esta a aposta da sua nova marca: Bárbara.

A nova fragrância que diz: "Tcharan, cheguei"

Antes de ser escolhido o nome da marca, a magia teve de acontecer no olfato da atriz para que o projeto pudesse realmente avançar. Bárbara Norton de Matos foi juntando aromas como baunilha, framboesa e chocolate até chegar aos produtos que a conquistaram (e também às filhas, que ajudaram no processo que teve início em junho).

O resultado são duas águas de colónia — a Bárbara Serenity e a Bárbara Irreverence —, uma mais floral e com o toque cítrico do limão, e a outra mais doce, respetivamente. O motivo para o lançamento duplo não é por ter ficado indecisa, mas porque todos os dias, ou até ao longo do dia, a forma de estar das mulheres vai mudando. "O Irreverence é mesmo 'tcharan, cheguei'", brinca, e sobre o Serenity refere que é uma água de colónia que "dá para a família toda". Sim, porque ao contrário do que por vezes se pensa, as águas de colónia não são só para crianças, como estas são exemplo.

Bárbara Irreverence
Bárbara Irreverence créditos: instagram

"São águas de colónia femininas, que é como se fossem duas personalidades diferentes. Porque nós mulheres somos várias até ao longo do dia. E se calhar até vou criar mais, porque somos vários tipos de mulher e umas vezes estamos mais irreverentes, outras mais serenas — exatamente os nomes destas águas de colónia", diz a atriz e criadora da marca com o próprio nome. Porquê? "Porque adoro o meu nome", diz entre risos e continua a explicar. "É um nome que fica, é forte. Acho que é um nome com personalidade. E achei: 'Porque não?'. A marca é minha, foi criada por mim e, no fundo, levam um bocadinho da Bárbara para casa".

A data de lançamento, 9 de novembro, precisamente a 46 dias para o Natal, não foi uma completa coincidência. Afinal, perfumes e aromas para o corpo são um clássico que está sempre debaixo das árvores e este ano podem ser as águas de colónia Bárbara. "Acho que é um ótimo presente. Para já, porque tem um preço acessível, e porque é um presente que toda a gente gosta de receber", refere.

O embrulho esconde não só a surpresa de ter a essência de Bárbara Norton de Matos nas mãos, como o projeto pensado ao pormenor para despertar todos os sentidos: o olfato através das duas fragrâncias, a visão pela estética simples da embalagem e também o tato, dado que a caixa tem um toque especial, segundo a atriz.

Bárbara
Bárbara créditos: divulgação

Cada água de colónia custa 19,99€ e pode encomendar através da página de Instagram.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.