Se há algo para o qual as gerações mais novas têm talento é recuperar tendências que há muito estavam esquecidas. Agora, a mais recente (re)descoberta é a sombra azul, que volta a marcar presença em pálpebras famosas e anónimas.

Se mergulharmos na história deste produto específico e perdermos algum tempo a olhar para a sua cronologia, percebemos que a sua popularidade remonta à década a 1960, quando os tons azuis pastel com uma fórmula cremosa reinavam na indústria da maquilhagem. Foi uma tendência que se foi arrastando pelas décadas seguintes, adaptando-se às necessidades do consumidor e que, ressurgindo de tempos a tempos, está atualmente instaurada de forma definitiva (o que quer que "definitivo" signifique hoje em dia).

Se navegarmos pelas redes sociais, deparamo-nos com inúmeras celebridades que arrasam com o visual – e não precisamos de tirar o pé de Portugal para constatarmos tal facto. Além daquelas que ditam o rumo do mundo da moda e da maquilhagem internacionalmente, como Gigi Hadid, Kim Kardashian e Rihanna, a sombra azul já conquistou adeptos bem perto de casa, como Cristina Ferreira, que, na festa de verão da TVI,  se apresentou a utilizar essa tonalidade nos olhos.

Já sabemos tudo sobre o vestido de Cristina Ferreira. E está com 50% de desconto
Já sabemos tudo sobre o vestido de Cristina Ferreira. E está com 50% de desconto
Ver artigo

Por isso, a cobrir a pálpebra inteira, acompanhada de um eyeliner gráfico ou com recurso a um esfumado, há várias sombras azuis no mercado, todas elas com fórmulas, tonalidades e pigmentações diferentes, que vão ao encontro do efeito que mais desejar.

Espreite as diferentes sombras que selecionámos para si.

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.