Foi a 28 de junho que Mafalda Castro e Rui Simões chegaram ao tão aguardado destino: as Maldivas. O casal de locutores passou uma semana de férias no paraíso, mas nem tudo correu bem — a influenciadora digital adoeceu e o tempo nem sempre contribuiu.

Cruzámo-nos com Rui Simões no NOS Alive, que aconteceu entre 6 e 9 de julho no Passeio Marítimo de Algés, e procurámos saber tudo sobre como foram estes momentos de descanso. Há que referir, em primeiro lugar, que a chegada ao paraíso implica três aviões e mais de 30 horas em voos, com escalas.

Já sabemos o destino das próximas férias de Mafalda Castro (com muito sol e pé na areia)
Já sabemos o destino das próximas férias de Mafalda Castro (com muito sol e pé na areia)
Ver artigo

A escala foi no Dubai e, depois, tiveram de apanhar um hidroavião para chegar à ilha. "Muitas horas de voo. É fixe quando estás a ir para lá, porque estás a chegar às Maldivas, mas depois a volta custa um bocadinho mais", admitiu-nos o radialista, que acredita que "não aguentava lá muito tempo". "Uma semana, duas, seria o ideal para as Maldivas", crê.

Isto porque, apesar de "o objetivo quando se vai para as Maldivas" ser "estar na praia a curtir", "descansar", "relaxar ao máximo" e "fazer os mínimos", Rui Simões acha que, ao fim de um certo tempo, já se precisa "daquele movimento, de mexer um bocadinho".

"Mesmo nas Maldivas doente, não dá para estragar"

Mesmo assim, assegura que"se não fosse por trabalho, ainda estava lá nas Maldivas". O par tinha ao seu dispor atividades como snorkeling ou até pesca, sendo que era possível jantar aquilo que se havia pescado. A água, essa, era "quente", "limpa" e "completamente transparente". "Tu vês a areia, consegues apanhar alguns peixes", elaborou Rui.

Transparência mais peixes é igual a... tubarões. Mas pequenos, felizmente. "Chegámos a encontrar um pequenino tubarão. Nós perguntámos logo se aquilo fazia mal, se ia morder, mas é tranquilo", garantiu-nos. Mesmo com estes encontros inesperados, "é inacreditável" enquanto destino.

Durante estas férias "mesmo muito muito chatas", como as apelidou o locutor de forma irónica, choveu durante "dois ou três dias", o que consideraram positivo. "É bom, porque é aquele clima tropical e, nas Maldivas, sabe sempre bem. Era uma cena engraçada estar a chover e estar na água", contou à MAGG.

Ainda sobre desenvolvimentos, à partida, menos bons, Mafalda ficou "um bocadinho doente" durante uns dias. "Entrou-lhe um bocadinho de água para os ouvidos. Entretanto fomos a um posto médico no nosso resort. Nada que um bom soro fisiológico não tivesse curado", esclareceu o namorado da criadora de conteúdos.

Depois de um par de dias a soro, Mafalda "ficou bem". "Mesmo nas Maldivas doente, não dá para estragar", relembra Rui Simões, que aconselha este destino a toda a gente. O casal ficou "nas cabanas" do resort Siyam World. "Foi lindo. Tínhamos um escorrega na nossa varanda. Como se isso não bastasse, tínhamos também uma piscina na varanda. Era maravilhoso", recorda o locutor, com saudades.

Findas as férias, não sabem quando serão as próximas. "Para escapadinhas, temos sempre tempo ao fim de semana", disse-nos Rui Simões, que já sabe para onde quer ir. "Adoro a zona do Algarve, mais especificamente a zona de Monte Gordo, Praia Verde, Cabanas de Tavira. Assim que pudermos, acho que as próximas férias serão passadas nessa zona".

Porém, "às vezes não é fácil conciliar os horários", pelo que desconhece quando terão tempo para realizar estes planos. "Temos o melhor País do mundo", considera o radialista. "Aquilo que vais encontrar lá fora e pelo qual vais pagar um balúrdio também tens cá dentro, só que às vezes nós não damos tanto valor", refletiu.

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.