O que deveria ser um momento de promoção cinematográfica tradicional rapidamente se traduziu num escândalo insólito. Olivia Wilde estava em pleno palco da CinemaCon 2022, em Las Vegas, perante um plateia com mais de 4 mil especialistas da indústria, quando foi surpreendida por um envelope confidencial que a levou a interromper o discurso.

Tudo aconteceu esta quarta-feira, 27 de abril, no palco do Coliseu de Caesars Palace, em Las Vegas. Olivia Wilde estava a comentar o filme "Don't Worry Darling", produzido pela atriz e protagonizado pelo namorado, Harry Styles, quando lhe foi entregue em mãos um envelope com o rótulo "pessoal e confidencial". "Isto é para mim? Isto é um guião?" foi o comentário imediato da atriz de 38 anos, antes de ler os papéis em causa.

"Parecia que tinha recebido um processo judicial", comentou Chris Lee, na rede social Twitter, acrescentando que, à data, julgava que o momento fazia parte da apresentação ou que se tratava de uma piada. De acordo com a "Deadline", o envelope terá sido enviado pelo ex-marido, Jason Sudeikis, protagonista da série "Ted Lasso", com o qual tem dois filhos em comum, Otis, de 8 anos, e Daisy, de 5 anos.

Em causa estariam documentos relativos à regulação paternal dos filhos do ex-casal, no entanto a revista "Variety" avançou, com base no testemunho de uma fonte, cuja identidade permanece desconhecida, que o ator de 46 anos não tinha conhecimento de que os papéis chegariam às mãos de Olivia Wilde naquele exato momento.

"Foram elaborados documentos para estabelecer jurisdição relacionada com os filhos da Sra. Wilde e do Sr. Sudeikis. O Sr. Sudeikis não tinha conhecimento prévio da hora ou do local da entrega do envelope, uma vez que isso dependeria exclusivamente da empresa de serviços envolvida. Nunca toleraria que fosse entregue de forma tão inapropriada", lê-se em declarações dessa mesma fonte, citadas pela publicação.

A atriz foi confrontada com a hipótese de os documentos entregues em palco servirem como uma "intimação" para comparecer em tribunal, no entanto, até à data, Olivia Wilde e Jason Sudeikis não comentaram o incidente. Isto, no caso, ao contrário da organização do evento, que se prontificou a "reavaliar os processos de segurança".

"Nunca na história da convenção tivemos um incidente em que um delegado se tenha aproximado do palco sem autorização para tal", disse Mitch Neuhauser, diretor-geral da CinemaCon, em declarações à "Deadline". "À luz deste incidente, estamos a reavaliar os nossos procedimentos de segurança para garantir a segurança de todos os nossos participantes", acrescentou.

A atriz estava em palco a comentar a produção do filme "Don't Worry Darling", com data de estreia prevista para setembro deste ano, quando se deu a entrega em causa. O momento revelou-se insólito, principalmente por, ainda que indiretamente, envolver o novo namorado da atriz, Harry Styles, descrito por diversas publicações como o motivo pelo qual a atriz e Jason Sudeikis avançaram com o processo de divórcio, depois de comunicada a separação, em 2020.

Ex-marido de Olivia Wilde terá ficado "magoado" e "com ciúmes" da nova relação da atriz

A notícia da separação de Olivia Wilde e Jason Sudeikis tornou-se pública a 13 de novembro de 2020. À data, segundo confirma o "Daily Mail", várias fontes afirmaram que se tratou de um processo "amigável" e que os dois filhos do ex-casal de atores, Otis e Daisy Josephine, continuariam a ser "prioridade".

"[A separação] tem sido amigável (...). As crianças são a prioridade e o coração da relação da família", lia-se em declarações anónimas citadas pela revista "People". Ainda assim, uma outra fonte revelou ao Entertainment Tonight que o protagonista da série "Ted Lasso", que dá vida à personagem que dá nome à produção, havia ficado "muito magoado" e "com ciúmes" da relação da atriz com o ex-membro da banda One Direction.

Ainda antes do incidente desta quarta-feira, 27, já a nova relação da atriz se havia revelado polémica. Principalmente, no que à ordem cronológica dos acontecimentos diz respeito. "Jason sente que a linha temporal que Olivia e Harry gostariam de que as pessoas acreditassem — de que [Olivia e Jason] se separaram há muito tempo, muito antes de se envolver com Harry — simplesmente não é exata", avançou uma fonte à revista "People".

À mesma publicação, a fonte em causa revelou ainda que "nada aconteceu", referindo-se à vontade de Olivia Wilde de se separar de Jason Sudeikis, até arrancarem as gravações do filme "Don't Worry Darling", que conta com Harry Styles no elenco.

A atriz já comentou as dúvidas inerentes ao processo de separação e à sua nova relação numa entrevista exclusiva à "Vogue", presente num artigo intitulado "Olivia Wilde está a viver a sua melhor vida". "É obviamente tentador corrigir uma narrativa falsa. Mas acho que o que percebes é que, quando estás realmente feliz, não importa o que os estranhos pensam de ti", começou por dizer.

"Tudo o que importa para ti é o que é real, o que amas e quem amas", acrescentou. Olivia e Harry Styles foram vistos juntos pela primeira vez enquanto casal a 3 de janeiro de 2021, num casamento na Califórnia, nos Estados Unidos.

Jason Sudeikis também já seguiu em frente e assumiu uma relação a modelo e atriz britânica Keeley Hazell, de 35 anos, que participou na série "Ted Lasso". Surgiram rumores de que a dupla de atores teria uma relação em setembro do ano passado, no entanto só em novembro do mesmo ano é que surgiram imagens de momentos íntimos entre o casal.

Jason Sudeikis e Keeley Hazell foram fotografados aos beijos, numa praia no México, a 24 de novembro, noticia a "Page Six".

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.