O príncipe Carlos de Inglaterra é mais um dos infetados com o novo coronavírus. A notícia foi já confirmada por um porta-voz da corôa britânica, de acordo com o "The Independent".

"Ele apresenta sintomas ligeiros, mas está em boas condições de saúde e tem estado nos últimos dias a trabalhar a partir de casa", referiu a mesma fonte. A duquesa da Cornualha, Camilla Parker Bowles, também foi testada "mas não tem o vírus", confirmou o porta-voz da residência oficial da corôa. "De acordo com os conselhos médicos e governamentais, os príncipes estão agora em auto-isolamento na sua casa, na Escócia".

Piada de Príncipe Filipe volta, 30 anos depois

Mas há mais histórias da realeza britânica relacionadas com o coronavírus. O príncipe Filipe de Inglaterra, de 98 anos, é daqueles que gostam de lançar uma boa piada e, em várias ocasiões, essas graçolas fizeram manchetes nos tablóides britânicos, sempre muito conservadores. Ao longo de seu casamento de mais de 70 anos com a rainha, o duque de Edimburgo cometeu uma série de gafes que ficaram para a história.

Meghan pode ter planeado saída da família real quando ainda estava grávida
Meghan pode ter planeado saída da família real quando ainda estava grávida
Ver artigo

Recentemente, um comentário que o duque fez há mais de 30 anos ressurgiu. Estávamos em 1988 quando o duque de Edimburgo brincou sobre vírus mortais em entrevista à"Deutsche Press Agentur". Na altura, disse: "No caso de eu reencarnar, gostaria de voltar como um vírus mortal, para contribuir com algo para resolver a superpopulação".

Graças ao recente surto de COVID-19, este comentário ressurgiu.  À medida que este vírus começou a espalhar-se, várias teorias de conspiração apareceram online, uma delas diz que o novo Coronavirus é uma arma biológica feita pela China. Acompanhando essa teoria, há pessoas a alegarem que as pessoas mais poderosas querem despovoar o planeta, matando milhões de pessoas.

E agora, também com a ajuda desta citação do príncipe Filipe, há cada vez mais gente a acreditar nestas teorias.

Newsletter

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.
Subscrever

Notificações

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.