José Cid foi convidado de Ana Galvão na rubrica "Desculpa, mas vais ter de perguntar" da Rádio Renascença. Depois de recordar alguns episódios da sua carreira, como a participação no Festival da Canção, o cantor de 79 anos revelou em direto que tem um "problema" com a radialista Joana Marques devido às críticas que esta lhe fez no segmento das manhãs da Renascença "Extremamente Desagradável".

"Eu tenho um problema enorme com a Joana Marques. Desde que a Joana Marques fez aquele podcast na Rádio Renascença sobre o meu Grammy, a minha vida modificou-se completamente. Um mês depois deste podcast dela eu fiz um concerto na Praça do Comércio, para 200 mil pessoas, que durante três horas me assobiaram do princípio ao fim, foi uma coisa horrível e só se gritava Joana Marques na Praça do Comércio", começou por dizer

"O próprio Presidente da República, que esteve presente em palco, em vez de me dar um abraço, puxou-me as orelhas e disse: 'Você atreveu-se a enfrentar a grande Joana Marques'. A minha vida alterou-se profundamente. Porque um mês depois eu estava com 200 mil pessoas na Praça do Comércio que durante três horas me insultaram por causa do podcast da Joana Marques", concluiu.

Esta terça-feira, 2 de junho, a humorista reagiu de forma descontraída às palavras de José Cid. "Mas como é que se pode ter um problema enorme com uma pessoa tão pequenina? Não percebo. Eu raramente vos recomendo alguma coisa (tirando aquilo de usar máscara e barrar álcool gel nas extremidades)", escreveu na rede social Instagram, recomendando que todos fossem ver esta edição do "Desculpa mas vais ter de perguntar".

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.