Foi com muitos emojis de corações que, em meados de outubro, o jogador de futebol João Félix e a atriz Margarida Corceiro assumiram a relação nas redes sociais. Se o século XXI fica marcado, entre outras coisas, pelo dating online, não há nada que diga que o assumir de um namoro não possa também ele ser feito virtualmente. E o amor tem sido forte entre os dois, ao ponto de obrigar Margarida Corceiro a viagens constantes entre Portugal e Espanha, onde Félix joga atualmente pelo clube Atlético de Madrid.

E porque o seu trabalho diário passa pelo Instagram, só faz sentido que a relação com João Félix também tenha começado por aí. É que segundo revelou em entrevista ao "Você na TV!", os dois começaram a conversar por mensagens depois de saberem que tinha amigos em comum.

"Tínhamos amigos em comum. Depois, chegou uma altura em que ele me enviou umas mensagens no Instagram e começou tudo assim. Normalmente", revelou a atriz que, sabe-se agora, vai ser uma das participantes da nova edição de "Dança Com as Estrelas".

Influenciadora portuguesa atacada por seguidora. “Nunca na vida vais ter o prazer de saber o que é ser mãe”
Influenciadora portuguesa atacada por seguidora. “Nunca na vida vais ter o prazer de saber o que é ser mãe”
Ver artigo

Segundo várias revistas e jornais portugueses, a relação de ambos chegou a ameaçar a estabilidade da atriz que, com apenas 17 anos, tentava conciliar o namoro com um dos jogadores mais mediáticos do momento à medida que se desdobrava nos estudos e na sua carreira de atriz.

Enquanto assumia um dos papéis, ainda que muito secundários, na novela "Prisioneira" da TVI, Margarida Corceiro faltava às aulas e a vários testes devido à intensidade horária das gravações. Mas com o futuro da relação com Félix aparentemente assegurado e estável, e com a permanência na TVI a indicar que se poderá tornar num dos futuros rostos da estação, a atriz tem-se tornado cada vez mais ativa no Instagram.

E a verdade é que em poucos meses, a atriz soma já mais de 425 mil seguidores e ameaça ultrapassar, pelo menos em audiência nas redes sociais, outros grandes rostos da TVI — como Isabel Silva (584 mil seguidores), Manuel Luís Goucha (579 mil seguidores), Fátima Lopes (565 mil seguidores) ou Pedro Teixeira (795 mil seguidores).

Tudo isto, claro, numa altura em que a sua exposição mediática se tem limitado a papéis secundários na TVI, campanhas de publicidade e presença ativa no Instagram, onde já colaborou com várias marcas, como a Sumol, Garnier ou a portuguesa VOKE Swimwear, para conteúdos patrocinados e de promoção a todo o tipo de produtos.

Só a Garnier, a marca francesa especializada em cuidados de beleza, é conhecida por ter contratos com vários rostos conhecidos e mediáticos da televisão como Kelly Bailey — que soma mais de 805 mil seguidores no Instagram e com quem Margarida chegou a contracenar em "Prisioneira".

A explicação, ainda que o sucesso e a popularidade nas redes sociais não sejam uma ciência exata, parece ir mais além do simples facto de Margarida Corceiro estar associada a João Félix.

Olhando para o perfil da agora influenciadora digital, o que se percebe é que o feed parece ser natural e pouco planeado na medida em que nem sempre há uma concordância entre cores ou temas. E essa é uma linguagem estética que a aproxima do registo de um utilizador comum e "real".

Da mesma forma, a figura de Margarida Corceiro parece ser também aliciante para as marcas, não só pelo mood aparentemente descomplicado que parece cultivar na sua vida (e no seu perfil social), mas também pelos traços que lhe são característicos e que a poderão distinguir de tantas outras influenciadoras.

Nas fotografias que partilha, há muita cor, praias, verões que denotam algum — mas não muito — glamour, mas que, pelo meio, vão sendo intercaladas com outros fotografias mais comuns, sem grandes filtros de edição e com um tom mais natural.

Tudo isto passa a imagem de uma rapariga real, divertida e com personalidade vincada que, por acaso, calhou namorar com um jogador de futebol.

Newsletter

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.
Subscrever

Notificações

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.