No mês marcado pelo Dia Mundial da Saúde da Mama (15 de outubro) e pelo Dia Nacional de Luta Contra o Cancro da Mama (30 de outubro), a marca de lingerie italiana decidiu lançar uma campanha à qual deu o nome de "O outubro é rosa na Intimissimi".

Sofia Ribeiro foi a escolhida para dar voz e imagem a esta causa que junta a marca à Liga Portuguesa Contra o Cancro. A atriz, que também já lutou contra esta doença que afeta milhares de mulheres em Portugal, confessa que não podia estar mais feliz por representar a campanha e por poder inspirar outras mulheres.

"Poder associar um tema que me é tão querido a esta campanha deixa-me muito feliz. Poder de alguma forma vestir a camisola como já tenho feito de há tantos anos para cá e tentar chegar ao maior número de pessoas e mulheres possível a mensagem, passar a palavra, desmistificar, quebrar tabus. Mas, acima de tudo, tentar informar que é fundamental cuidarmos de nós, fazermos os nossos exames de rotina que não tem de haver pânico nisso, não tem de haver medos.", confessa Sofia Ribeiro à MAGG.

A atriz aproveita para reforçar o facto de ser fundamental estarmos atentos aos sinais, admitindo que foi através de um auto exame que descobriu que tinha cancro. "É exatamente para isso que existem estas campanhas para dizer às pessoas que têm de saber o que se passa com elas para atempadamente fazerem o que quer que seja caso aconteça o menos ideal. Mas que se possa chegar a um final feliz e isso só é possível na maior parte dos casos quando as coisas são detetadas a tempo".

Com esta campanha a atriz gostava de conseguir inspirar outras pessoas e mostrar-lhes que " independentemente do momento que nós estejamos a viver na nossa vida, menos feliz ou mais feliz, se nós quisermos somos capazes de tudo e vamos buscar forças onde não sabemos que as temos".

Sofia Ribeiro
créditos: Divulgação

"Esta campanha fala, acima de tudo, de amor, de confiança, de empoderamento"

A atriz de 36 anos confessa que também já sofreu de problemas de autoestima, mas tudo o que viveu fê-la perceber o que realmente importa. "Eu já tive uma fase em que me vi totalmente transformada, alterada do 8 ao 80 e, quando nós temos estas balizas na nossa vida, eu acho que elas nos direcionam para o que realmente importa e o que importa não é nada disso. São as pessoas, os afetos, é o amor, o carinho. Tudo o resto é uma embalagem que, idealmente, se estivermos felizes e satisfeitos com o vemos tanto melhor, mas não pode ser isso o mais importante, de todo.", confessa à MAGG.

Sofia Ribeiro continua a ser uma referência para muitas mulheres que passam por esta doença. "Todos nós temos referências. Eu não sou uma pessoa diferente. Também tenho as minhas e, quando estive doente, também procurei pessoas que me dessem testemunhos, que me inspirassem. Se, de alguma forma, isso ajudar ,eu continuarei a vestir esta camisola e a dar a cara por isso. Para podermos todos viver com esta doença de uma forma mais saudável e mais atenta, sem pânicos, sem acharmos que isto é uma sentença de morte", afirma a atriz à MAGG.

Sofia define esta coleção da Intimissimi como "feminina", "delicada", "sexy", mas "não vulgar". "É uma coleção para mulheres que se aceitam e que gostam de si próprias sem necessariamente estarem à procura de uma lingerie para agradar a terceiros.", remata.

A campanha "O outubro é rosa na Intimissimi" estará em vigor todo o mês e, por cada soutien vendido em qualquer loja do país e online, a marca doa dois euros à Liga Portuguesa Contra o Cancro que pretende apoiar a luta contra o cancro da mama.

Campanha já angariou 36 mil euros

Já foram angariados 36 mil euros que serão utilizados para levar uma unidade móvel de norte a sul do país que pretende acompanhar e informar as pessoas relativamente ao que devem fazer. Para além disso, ensinam ainda a fazer o auto exame. Segundo a atriz, o objetivo é fazer com que as pessoas levem a doença da forma mais leve possível: "Sem tirar o peso ao tema que ele já tem, mas tentar viver com isto de uma forma mais pacifica e mais desperta para o tema, sem alarmismos".

Relativamente a projetos profissionais, a atriz confessa estar a a viver uma fase "alucinante", mas igualmente "apaixonante". Sofia Ribeiro dá vida a Célia na novela da TVI "Amar Demais" — uma personagem bastante diferente de todas as que fez até hoje. "É muito apaixonante poder viver uma história tão diferente da minha e uma forma de ver a vida tão diferente da minha.", afirma, confessando que é o maior desafio em novela que já viveu e no qual tem agora todas as "fichas" postas.

Newsletter

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.
Subscrever

Notificações

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.