Se não pode viajar até ao Minho porque os dias de férias já se esgotaram ou a viagem é demasiado longa para fazer num fim de semana, a região fez o favor de vir até Lisboa, mais precisamente à Avenida da Liberdade, para que não lhe falte nada. O JNcQUOI Avenida volta às semanas temáticas e depois de em junho dedicar uma semana ao bacalhau, em setembro decidiu ser mãos largas e usar não um, mas vários ingredientes que caracterizam os pratos da gastronomia minhota.

Até 14 de setembro, o JNcQUOI Avenida e o restaurante Torres Vila Verde, da região do Minho, dão as mãos para confecionar pratos que fazem jus à gastronomia da região do Minho e ainda bem que a meteorologia não tem andado convidativa, uma vez que o fresquinho e a chuva que tem dominado os últimos dias combinam melhor com umas papas de sarrabulho (11€).

Um copo deste vinho custa 120€. É um dos melhores do mundo e pode bebê-lo no JNcQUOI Avenida
Um copo deste vinho custa 120€. É um dos melhores do mundo e pode bebê-lo no JNcQUOI Avenida
Ver artigo

As opções da semana temática recheada dos pratos mais emblemáticos da gastronomia minhota são dominadas pela carne, que está presente logo na entrada: fumados de porco com molho verde (13€). Quanto aos principais, encontra ainda cabrito assado à Torres (35€) e vitela no forno da avó (26€).

Quem é mais fã de peixe, tem escabeche de truta do rio Lima (14€) e bacalhau à Torres (34€), que marca a essência do restaurante de 1968, o Torres Vila Verde — que começou por ser apenas café e casa de petiscos. Hoje em dia é palco de pratos bem compostos, como aqueles que vai poder provar no JNcQUOI Avenida, mas continua a ter café para acompanhar O Pecado (10€), a sobremesa que resulta da reinvenção da tradicional rabanada (10€).

JNcQUOI Avenida

Localização: Av. da Liberdade 182 184, 1250-146 Lisboa
Reservas: 219 369 900 ou bookatable@jncquoiavenida.com
Horário: todos os dias das 12h às 00h

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.