"Nesta selva, o rei é quem se senta à mesa". É com esta mensagem na ementa que este restaurante nos recebe, numa manhã de inverno quente, já a ameaçar chuva, a dar assim um toque ainda mais tropical à refeição.

É que ainda que este novo espaço se chame Selllva — assim mesmo, com três "eles", a fazer lembrar uma garra — existem leis. Mais não sejam as leis da Selllva. E estas, em particular, exigem que aqui se sirva uma cozinha saudável e cheia de sabor, mas sem fundamentalismos. E por aqui, garantem, "há espaço para todos: veganos, vegetarianos e carnívoros".

Morada: Rua Mouzinho da Silveira, 32
Telefone: 21 599 8814
Horário: 8h-24h

Tudo o que lê aqui entre aspas está realmente escrito no menu, como que a dar poder ao cliente de exigir daqui o melhor. É que se está escrito, é a valer. E aqui, pelo que provámos, a palavra vale ouro.

Há ovos, panquecas, hambúrgueres e até frango assado, num menu com poucos constrangimentos de hora. Aquela que é considerada a secção de pequeno-almoço está disponível até às 18 horas. "Queremos que chegar à Selllva seja como aterrar num aeroporto", explica Rita Geraldes, diretora de marketing do Grupo Capricciosa. É que este é o 13.º espaço da marca que detém as pizzarias com o mesmo nome, o Irish& Co, o Doca de Santo, o Doca Peixe, o Doc Cod, o Otto, o Popolo e a República da Cerveja.

Estes são os brunches mais instagramáveis de Lisboa e Porto
Estes são os brunches mais instagramáveis de Lisboa e Porto
Ver artigo

E, de facto, olhamos para o relógio e são 11 da manhã, uma hora já demasiado perto do almoço para querer apenas uma torrada. E ainda que não haja um menu de brunch pré-definido, pode sempre juntar vários itens e montar a sua refeição. Foi o que fizemos com os ovos escalfados com creme de abacate (8€), o iogurte com compota de fruta e granola (7€) e as panquecas de ricotta com banana e maple syrup (7€). Vamos só aqui parar um segundo e fixar este item: panquecas-de-ricotta-com-banana-e-maple-syrup. É isso que vai querer pedir quando lá for, acredite.

Mas não se preocupe, que se a vontade for de uma refeição mais completa, o que não faltam são opções e, também aqui, cabem todos, desde os vegan até aos que não dispensam a carne.

Num menu que cumpre o desígnio de nos levar à volta do mundo, há burrito de frango (9€), risotto de beterraba e cogumelos (11€), chilli vegetariano (12€) e uma bowl do Médio Oriente (11€). Mas há mais só que, vá lá, estamos na selva, o espírito tem que ser de aventura.

Deixamos apenas aqui o nome dos sumos de fruta, porque é impossível resistir-lhes. O "Timon" leva banana, laranja, espinafre, alface e sementes de girassol (4€), o "Pumba" é feito de banana, rúcula, laranja e gengibre (4€) e o "Mufasa" é um smoothie com leite e iogurte de coco, banana e sementes de girassol. Mas também há o "Rafiki", o "Nala", o "Simba", o "Mogli" e o "Bagheera". Dissemos que era difícil resistir.

O restaurante está aberto todos os dias das 8 horas à meia noite e, em breve, vai contar com uma esplanada.

Newsletter

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.
Subscrever

Notificações

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.