O Quinto Império ergueu-se em Portimão pelas mãos de Pedro Azevedo, 35 anos, e Afonso Lousada, 22. Foi durante uma viagem ao norte que os amigos e colegas, estudantes de Direito, decidiram que fazia sentido abrir um estabelecimento no Algarve com um conceito próprio que representasse aquilo que é a cultura portuguesa.

O Quinto Império abriu este ano, no dia 5 de outubro, uma data também escolhida a dedo pelos jovens proprietários. Nada melhor do que o dia da Implantação da República para implantar também um novo restaurante na região. O gosto pela leitura levou-os à ideia de basear o conceito do espaço na "Mensagem" de Fernando Pessoa acompanhada pelos "Lusíadas" de Luís de Camões.

"Achámos que o nome iria ser sonante e qualificar o que nós servíamos na casa. Inclusive iria representar o que somos enquanto povo. Aquele povo aguerrido, em busca de algo novo sempre. Reformulámos a casa assente nos valores dos descobrimentos e em busca do Quinto Império e dos sabores vastos do império português.", afirma um dos proprietários.

O objetivo de Pedro Azevedo, natural de Portimão, e Afonso Lousada, natural de Cascais, mas a residir no Algarve, foi proporcionar aos clientes uma "viagem cultural em conjunto com uma combinação de sabores oriundos da história que nos completam e transportam para além do tempo e do espaço".

A carta foi pensada pelo chefe Frederico Ramos em conjunto com toda a equipa d'O Quinto Império. Inspiraram-se em todos os sabores provenientes dos sítios por onde os nossos antepassados passaram e claro, nos típicos produtos algarvios, não estivéssemos nós a falar de um restaurante portimonense.

Quinto Império
créditos: Quinto Império/Divulgação

Os nomes dos pratos foram pensados ao pormenor e aqui a ementa é variada permitindo que todos se sentem à mesa.

Se for apreciador de carne, peça "O Fundador", o bife da vazia maturado com queijo amanteigado, salsa agridoce e cogumelos salteados (14€) ou "O Lavrador", barriga de porco em sidra com puré de maçã, espargos grelhados, cebola e funcho (10€)Se preferir optar pelo peixe tem ainda "O Mostrengo" (9€), robalo em panko com tártaro de iogurte grego, agrião, rúcula e manga, ou "O Padrão" (10€), lombos de bacalhau confitado com crosta de broa e coentros, espinafres salteados e chalotas caramelizadas.

Para os vegetarianos, o ideal é  "O Bandarra" (8€), caril de tofu com arroz puff, ou "O Horizonte" (8€), bolas de fava com beringela, tomate e tahini de sésamo.  Se for guloso, não deixe de experimentar as sobremesas do Quinto Império. Há tarte de limão merengada com  frutos vermelhos frescos, tarte de amêndoa com pera bêbada, brownie com crocante de amendoim e mousse de menta e ainda mousse de laranja, mini suspiros e laranja caramelizada — todas com valor de 5€.

Morada: Avenida João Paulo II, L2 8500-780 Portimão
Contacto: 282 074 993
E-mail: reservas@oquintoimperio.com
Horário: 12h-15h e 19h-23h30. Domingo 12h às 16h. Encerrado à segunda-feira.

Pedro Azevedo e Afonso Lousada continuam a frequentar o curso de Direito à noite, dando ajuda no restaurante aos almoços. Para isso, assumem ter total confiança nas pessoas com quem trabalham. "Toda a nossa equipa tem um conhecimento geral de tudo o que se passa no estabelecimento para podermos oferecer um serviço de excelência ao cliente", afirma Pedro.

O objetivo dos proprietários, desde o início, foi também apostar em produtos locais. Da praça de Portimão vêm o melhor peixe e legumes. Também a carta é única e exclusivamente composta dos vinhos algarvios e é assim que pretendem que se mantenha até ao fim. O facto de terem aberto já depois do início da pandemia fê-los ter um objetivo bem definido: "Nós apostámos em trabalhar com os locais sendo que o turismo para nós será um extra. São os locais que suportam a região e a economia o ano inteiro e é para eles que nós temos de trabalhar."

A aceitação por parte dos clientes tem sido bastante positiva e estão já a pensar em novas ideias. "Prevemos que a ementa irá mudar dentro de três meses quando chegarmos a janeiro. A nossa intenção é procurar constantemente a inovação e diversificar.", afirmam os jovens. Este restaurante está aberto para almoços e jantares.

Newsletter

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.
Subscrever

Notificações

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.