Uma das mais recentes novidades no catálogo da Netflix é a produção documental "Porque Me Mataste?". Tal como o título explica, a ideia passa por tentar descobrir o que esteve na origem de um homicídio. Mais especificamente, o de Crystal Theobald, a jovem de 24 anos que morreu em 2005, após um confronto entre gangues.

Theobald seguia no carro com o irmão quando, de repente, membros de um gangue local dispararam inúmeras balas sobre o veíuloque se assemelhava ao de uma organização criminosa rival. A jovem não tinha quaisquer ligações com o submundo do crime e terá sido vítima de uma ataque aleatório e trágico.

"O Pai" e mais 4 novos filmes para ver esta semana no cinema
"O Pai" e mais 4 novos filmes para ver esta semana no cinema
Ver artigo

Mas porque, em meados de 2006, a polícia não conseguiu chegar aos verdadeiros culpados, coube à mãe da jovem investigar, em segredo e contra as recomendações das autoridades, os principais suspeitos da morte da filha.

Para isso, criou uma conta no MySpace, que entre 2005 e 2008 foi considerada a maior rede social do mundo, através do qual começou a tentar descobrir mais pistas que pudessem ajudar no desenvolvimento do caso. As descobertas são mostradas neste novo documentário que é um exclusivo da Netflix.

Mas essa é só uma das novidades que chegaram ao streaming nas últimas semanas.

De "Parasitas" a "Forrest Gump", mostramos-lhe 13 filmes que chegaram recentemente aos catálogos da Netflix, HBO e Amazon Prime Video.

"Parasitas" (HBO)

"Contágio" (HBO)

A trilogia de "O Padrinho" (HBO)

"Forrest Gump" (HBO)

"O Discípulo" (Netflix)

"Night in Paradise" (Netflix)

"Por que me mataste?" (Netflix)

"O Cavaleiro das Trevas" (HBO)

"Cafarnaum" (Amazon Prime Video)

"Snu" (Amazon Prime Video)

"O Herói de Hacksaw Ridge" (Amazon Prime Video)

"Nightcrawler" (Amazon Prime Video)

"Tom Clancy's Without Remorse" (Amazon Prime Video)

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.