É talvez a estreia mais importante da semana no cinema. Falamos de "O Pai", o filme que valeu a Anthony Hopkins o Óscar de Melhor Ator e que conta também com Olivia Colman no elenco. A história, celebrada por mostrar o trabalho, os obstáculos e os dilemas dos cuidadores informais, mostra um homem que, lentamente, vai definhando.

À medida que o seu estado avançado de demência começa a deteriorar-lhe a mente, Hopkins começa a duvidar da sua própria da realidade, mas também das intenções daqueles que mais o querem bem, mas que o próprio se vê incapaz de perceber.

"Mais Uma Rodada". Conheça a história trágica por detrás do Óscar de Melhor Filme Estrangeiro
"Mais Uma Rodada". Conheça a história trágica por detrás do Óscar de Melhor Filme Estrangeiro
Ver artigo

Ora porque a relação que manteve com eles sempre foi muito conturbada, ou porque a fragilidade em que se encontra o impede de reatar os laços que se perderam.

Destacamos ainda "Godzilla vs. Kong", o próximo grande blockbuster cinematográfico. Estes são apenas dois dos filmes que chegaram esta quinta-feira, 6 de maio, aos cinemas portugueses.

Mas há outros.

"O Pai" (6 de maio)

Com Anthony Hopkins e Olivia Colman nos papéis principais, "O Pai" mostra o trabalho (e os dilemas) dos cuidadores informais.

Neste caso, a personagem de Olivia Colman tem de lidar com o lento deteriorar do estado mental do pai que, apesar das mudanças que sente na sua mente, recusa toda a ajuda que lhe é oferecida.

À medida que vai definhando, este homem vai questionando o amor daqueles que lhe querem bem e, acima de tudo, a sua própria realidade.

"Godzilla vs. Kong" (6 de maio)

Um dos maiores blockbusters de 2021. É o novo capítulo do universo partilhado pelo destemido Godzilla e o furioso Kong que, obrigados, uma vez mais, a um confronto sem precedentes, voltam a pôr a Humanidade no meio.

Enquanto o confronto entre as duas criaturas mais ferozes do cinema promete fazer estragos no mundo inteiro, são as pessoas que, de alguma forma, tentam encontrar sentido na catástrofe.

O filme chega a Portugal depois de sucessivos atrasos na data de estreia devido ao surto da COVID-19 no mundo inteiro.

"Santuário das Sombras" (6 de maio)

É o mais recente projeto de Diogo Morgado. "Santuário das Sombras", um filme de terror, acompanha a história de uma jovem que viveu grande parte da sua vida sem conseguir ouvir ou falar.

A reviravolta acontece quando esta vislumbra a aparição da Virgem Maria que, vemos de imediato, lhe configura a possibilidade de ouvir, comunicar e curar todas as maleitas.

À medida que as pessoas se vão apercebendo das suas capacidades curandeiras, começa a nascer a dúvida na mente dos mais céticos: será uma dádiva do divino ou, pelo contrário, de figuras obscuras?

A personagem de Diogo Morgado diz respeito a um homem religioso que é enviado pela igreja católica para investigar as acusações de bruxaria que são imputadas a esta jovem.

"Terra de Ninguém" (6 de maio)

Neste novo filme que mistura a componente dramática com a do suspense, o foco está em Bill Greer e o seu filho Jackson que, durante uma patrulha à noite, acaba por matar, acidentalmente, um jovem mexicano.

Na tentativa de poupar o filho, é Bill que assume a culpa do homicídio. Jackson, por sua vez, foge para o México, onde tentará procurar o pai da criança para lhe pedir desculpa pela tragédia.

"Tom & Jerry" (6 de maio)

As aventuras de Tom e Jerry vão voltar ao cinema nesta nova versão animada e muito divertida. Desta vez, a ação passa-se exclusivamente num dos hotéis mais luxuosos de Nova Iorque, nos EUA, na véspera daquele que é conhecido, pelo menos naquele universo, como um dos casamentos mais mediáticos do momento.

Novamente obrigados a um confronto entre gato e rato, o palco do conflito é o hotel que, além das preparações para a cerimónia, tem ainda as necessidades dos hóspedes com que se preocupar.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.