A partir de setembro, vai poder ver em qualquer lado, e de forma legal, séries como "Os Simpsons" ou "The Mandalorian", do franchise de "Star Wars", ou os vários filmes da Marvel. Depois do lançamento nos principais mercados europeus, e nos EUA, a Disney+ já tem data marcada para arrancar em Portugal. Pode marcar no calendário: 15 de setembro.

É nessa data que chega a Portugal, mas também a outros países como Noruega, Dinamarca, Suécia, Finlândia, Islândia, Bélgica e Luxemburgo. A subscrição vai estar dividida em dois planos diferentes: uma mensal (de 6,99€) e uma anual — fixada nos 69,99€. 

Mais de um ano depois, os problemas da HBO Portugal são os mesmos — mas há mais falhas a juntar à lista
Mais de um ano depois, os problemas da HBO Portugal são os mesmos — mas há mais falhas a juntar à lista
Ver artigo

O serviço vai estar disponível em várias plataformas, como equipamentos Android e iOS (iPad e iPhone), Apple TV, Smart TVs, consolas de jogos (Xbox One, PlayStation 4 e Nintendo Switch) e outros.

Cada conta poderá estar iniciada em quatro sessões diferentes e em simultâneo e os utilizadores vão poder fazer downloads ilimitados em dez dispositivos para poder ver a qualquer altura e em qualquer lugar onde não haja uma conexão de internet fiável.

Além disso, e à semelhança do que a Netflix já permite desde a sua chegada a Portugal, também a Disney+ vai permitir a criação de perfis de utilizadores diferentes caso queira dividir a subscrição com família e amigos. Enquanto na Netflix só se pode criar cinco, a plataforma de streaming da Disney vai permitir sete.

Além de todas as temporadas de "Os Simpsons" e todos os filmes de "Star Wars", a plataforma vai contar ainda com conteúdo original. É o caso de “The Mandalorian”, o mais recente live-action de “Star Wars” realizado por Jon Favreau (“Swingers”), “High School Musical: The Series” e a nova produção da National Geographic com Jeff Goldblum (“Grand Budapest Hotel”) no papel principal.

Newsletter

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.
Subscrever

Notificações

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.