Em primeiro lugar do top das músicas mais ouvidas no Brasil (e no quarto em Portugal, de acordo com o ranking da plataforma de streaming Spotify), "Macetando" é o tema deste Carnaval.

A canção de Ivete Sangalo, que conta com a participação de Ludmilla, foi lançada em dezembro de 2023 e viralizou em todas as plataformas.

Do Youtube ao TikTok, multiplicam-se os vídeos de internautas de todas as idades (famosos e anónimos), reproduzindo a coreografia ilustrativa do refrão: "Ó, bebê! É a Veveta que tá no comando / Macetando, macetando / Macetando, macetando / De ladinho, coraçãozinho /Manda beijinho pra quem 'tá filmando". 

De acordo com o dicionário Priberam, o verbo "macetar" significa "bater com maceta em". Uma maceta, na língua portuguesa, tem quatro significados literais:

  • Instrumento de ferro com que pedreiros e escultores batem no cinzel;
  • Pedra para moer tintas;
  • Maçaneta de bombo;
  • Diz-se do cavalo que tem as mãos doentes ou defeituosas;
  • Escarrador

Mas será que é sobre algum destes significados que canta Ivete Sangalo? É, não é, pode ser. A palavra, usada em contexto de festa, tem uma insinuação de cariz sexual, mas também de empoderamento. Ao "Globo", Samir Trindade, co-compositor de "Macetando", explica o contexto da palavra no êxito de Ivete e Ludmilla. "Tem gente que associa com algo obsceno ou sexual. Mas, poxa, acho que dá pra dizer que 'macetando' tem que ver com 'vou te dar um amasso, vou te pegar'... No carnaval pode isso, por que não? Desde que haja permissão, está tudo valendo", afirma.

Em 2023, Anitta já tinha usado o verbo "macetar" nas canções "Ai papai" e "Macetar". Mesmo sem saber o significado ao certo da palavra, a cantora dizia na altura que o termo estava na moda e foi por isso que decidiu aplicá-lo nas suas músicas. Um ano depois, e como explica Samir Trindade ao "G1", observar os comportamentos das pessoas online, perceber a linguagem urbana e, depois, aplicá-la na música, tornando-a fresca e a par das tendências, foi o critério.

"A gente fica sempre atento ao comportamento das pessoas nas ruas e nas redes sociais, para deixar a música com uma cara atual e dialogar com todos os públicos, tanto os que sabem o significado quanto os que ficam curiosos e vão pesquisar o que significa ‘macetar’”, salienta Trindade que, juntamente com Ivete Sangalo e Luciano Chaves, criaram o hit.

O sucesso de "Macetando" deve-se também à coreografia, que foi propositadamente criada para ser, como diz Samir Trindade, "tiktokiável’". A dança foi estrategicamente lançada antes do espectáculo ao vivo de celebração dos 30 anos de carreira de Ivete Sangalo, a 20 de dezembro, no estádio do Maracanã, Rio de Janeiro. No vídeo, a cantora de 51 anos surge com as influenciadoras brasileiras Sthefane Matos e Vanessa Lopes a executar a coreografia. Estava aceso o rastilho da viralidade, que foi queimando ao longo de quase oito semanas, até explodir, mesmo a tempo do Carnaval.

Como revela Samir Trindade ao "G1", a música foi criada já a pensar na coreografia, arquitetada pelo trio ainda no estúdio de gravação. Houve também o cuidado, explica o compositor, de deixar margem de interpretação ao termo "macetando", não o circunscrevendo a um contexto sexual.

Isto tudo para se encaixar no perfil familiar de Ivete Sangalo, que faz parte do painel de investigadores de "The Masked Singer Brasil", atualmente em exibição na TV Globo. "Não que Ivete não se permita a determinadas coisas, mas ela tem a cara na TV, está inserida em projetos sociais, tem toda uma construção que precisa dialogar com essa imagem cravada no mercado. Não pode destoar", destaca o compositor.

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.