Se não percebe nada de arte, deixe-nos explicar. Entre um horrenda impressão como um elétrico à venda numa qualquer grande superfície e, digamos, um Miró, cabem seis vias lácteas. Isto para lhe dizer que, como manda a expressão, nem tanto ao mar, nem tanto à terra.

Seja na área da pintura, como do desenho ou ilustração, há uma série de artistas emergentes, a desenvolverem trabalhos e projetos que merecem destaque e atenção, seja pelas técnicas utilizadas, pelas mensagens que carregam ou pelo efeito que produzem. Para os mais preguiçosos, uma novidade: no maravilho universo da internet, em muitos casos, nem tem sequer de se deslocar às lojas, ateliers ou galerias físicas para ver — elas já estão disponíveis online.

Inspiradas no corpo feminino, nas paisagens portuguesas, utilizando técnicas antigas e repletas de formas e cores fortes, das artes plásticas, ao design ou à joalheira, conheça o trabalho de vários artistas portugueses, a partir das suas redes sociais.

Amorpho

Um projeto muito recente e mais direccionado às artes plásticas. Trata-se de uma plataforma "de promoção de artistas baseados em Portugal, através de uma abordagem alternativa aos modelos tradicionais de comércio e mostra de arte", que apoia o "desenvolvimento, crescimento e envolvimento de jovens criadores, através da curadoria de arte e experiências, tanto físicas como virtuais." No site, pode encontrar trabalhos dos tais jovens criadores e, a partir daí, encomendar — ou, caso se sinta mais confortável, agendar uma visita para observar de perto as obras, utilizando esta plataforma como veículo para conhecer as obras e respetivos artistas.

Rita Grancho

Fortes, garridas, coloridas, de traço forte, tal e qual a mão que as assina. Assim são as obras de Rita Grancho, jovem artista, que se dedica sobretudo à pintura e desenho. Repletos de formas, os seus trabalhos estão na sua conta de Instagram — ainda que seja possível dar de caras com eles em plena Rua do Carmo, na Baixa Chiado, em Lisboa. Para si ou para oferecer, se quiser um retrato personalizado irrepetível, é só enviar-lhe uma mensagem.

Ó! Galeria

A loja do Porto, que também tem versão online, foca-se, sobretudo, em ilustrações e em desenhos. Aqui pode encontrar o trabalho de uma série de artistas, incluindo de Mariana Miserável, (na imagem), com um intervalo de preços vasto.

Underdogs

Wasted Rita, Mário Belém, Mais ou Menos, Maria Imaginário. São vários os artistas — nacionais e internacionais — representados pela plataforma cultural sediada na LX Factory, fundada em 2010 e que inclui uma galeria com duas áreas de exposição. No Instagram é possível acompanhar os projetos que vão sendo desenvolvidos, assim como observar os trabalhos de alguns artistas que integram esta plataforma, também responsável por dinamizar arte pública. No site, consegue mesmo analisar os preços e adquirir obras que vão de impressões, a cerâmicas.

Grumo Studio

A dupla de designers e ilustradores Ana Soalheiro e Rafael Silva fazem o Grumo Studio, um estúdio "de design e printmaking com raízes na enorme paixão pelo fazer manual". Tanto no Instagram, como no site, encontrará gravuras que celebram desde as plantações de bananeiras na ilha da Madeira às encostas da região do Cima-Corgo, uma das três sub-regiões na qual se divide a Região Demarcada do Douro. Também há posters, agendas e cadernos.

Ana Silva Agostinho

Natural de Lisboa, mas a residir nas Caldas da Rainha, Ana Silva Agostinho, 39 anos, voltou a dedicar-se à ilustração a par da sua entrada no universo da maternidade. Nas suas plataformas digitais, pode encomendar os seus trabalhos que, ora se focam na maternidade e na família, ora se focam no empoderamento feminino, duas temáticas que não se podem dissociar. Andam de mãos dadas.

Ana + Betânia Ceramics

Ana Cruz e Maria de Betânia foram dupla desde 2012. Sediadas nas Caldas da Rainha,  e com um projeto a decorrer com a Underdogs, criam cerâmicas inspiradas na cultura portuguesa, mas com a tónica colocada no feminino, mais concretamente, naquelas que são as transformações — "ou mutações" — que o corpo da mulher vai sofrendo ao longo da sua vida. Constroem metáforas visuais, ora cómicas, ora satíricas, ora brutais — tudo ao mesmo tempo — desconstruindo o corpo humano, tanto feminino como masculino.

Barro Alto

É com barro transmontano que Marta Malheiro dá vida às suas peças de cerâmica pouco uniformizadas, toscas e únicas, exatamente como pede tudo o que é verdadeiramente artesanal. Têm tanta personalidade, que chegam a ganhar rosto e pés.

Grauº Cerâmica

Isac Coimbra e Diogo Ferreira usaram a pandemia para criar. Criaram aquilo a que deram o nome de "novo tribal", através do desenvolvimento de máscaras, que representam a ligação da dupla tem com o continente africano. Inspirados na arte tribal, também já criam jarros e elementos para a mesa.

FAM

FAM quer dizer "feito à mão", portanto fica já aqui um dado relevante sobre as obras produzidas por este projeto, que promove o artesanato português, concedendo-lhe contemporaneidade.

Beatriz Jardinha

Entramos no capítulo da joalharia e começamos com Beatriz Jardinha, a designer portuguesa que se inspira em dois aspetos: conceitos etéreos e técnicas rudimentares. É por isso que nas suas colecções não é tudo absolutamente polido e perfeito. A ideia é, precisamente, que seja ao contrário. Sem um treino formal na arte da ourivesaria, foi através de experiências que designer aprendeu — mais concretamente, em viagens à Índia ou Peru, onde teve a oportunidade de aprender técnicas de ourives e filigrana cm antigos mestres, expandindo-se, desta maneira, a sua visão da beleza e da ornamentação no feminino.

Carolina Curado

São as formas orgânicas presentes na natureza que inspiram Carolina Curado nas suas peças. Designs singulares, detalhados e originais fazem desta marca, criada em 2012, uma referência em Portugal.

Newsletter

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.
Subscrever

Notificações

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.