Com música, convívios e reencontros à mistura, a ModaLisboa voltou (quase) à normalidade. Entre sorrisos, abraços e conversa em dia, a irreverência marcou presença nos visuais dos convidados e foram vários os looks que nos deixaram de queixo caído e olhos arregalados.

Durante quatro dias, de 7 a 10 de outubro, a ModaLisboa regressou ao tradicional formato presencial, desta vez com o Capitólio, em Lisboa, como palco. 

No entanto, com a pandemia ainda na ordem do dia, o mundo está diferente e o evento adaptou-se em prol da segurança dos convidados e participantes.

ModaLisboa. Os lábios pintados e os eyeliners foram as grandes tendências desta edição
ModaLisboa. Os lábios pintados e os eyeliners foram as grandes tendências desta edição
Ver artigo

A ModaLisboa regressou: com glamour e máscaras à mistura

Com uma sala de desfiles limitada a 200 pessoas, os convidados apenas puderam assistir ao desfile para o qual tinham convite, tal como confirmado pelo jornal "Observador".

Nesta edição, apesar de o espaço social ter sido reduzido, já houve tempo para momentos de convívio. Todos os participantes tiveram luz verde para deambular pelo amplo espaço à volta do Capitólio e, ainda, pelo terraço no segundo andar do edifício, que foi efetivamente decorado com o intuito de promover reencontros. Sempre, claro, com o uso de máscara obrigatório – que em nada comprometeu o resultado final dos visuais.

Dos macacões aos calções de napa, passando pelo regresso das botas altas e, claro, por peças únicas de criadores nacionais. Estes looks são a prova de que, na ModaLisboa, há lugar para todos os estilos.Os convidados renderam-se aos óculos escuros e abraçaram as cores garridas, com direito a padrões e cortes ousados.

Espreite a galeria.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.