Nos últimos tempos, sair à rua para ir a um supermercado, a uma loja ou um café, implica estar sempre acompanhado de um acessório indispensável: a máscara.

Veem-se vários tipos de máscara, das mais profissionais às mais caseiras, sendo que são as cirúrgicas azuis as que mais se destacam. E ainda que não seja o acessório mais bonito ou até confortável de sempre, é necessário e é para o bem de todos.

Mas e se pudesse estar protegido, proteger os outros e ainda estar cool? Apesar de já se verem à venda várias máscaras com cores e padrões bonitos, muitas delas não têm os requisitos para serem certificadas e, como tal, não servem para aquilo que deviam. A Parfois quis juntar o útil ao agradável e lançou uma coleção de máscaras para a COVID-19 seguras e cheias de pinta.

São nove modelos com cores e padrões diferentes, com estampados que vão do tropical ao animal print, outras com mensagens positivas como "love", "stay cool" ou "let's go", e outras ainda lisas, para os mais discretos. Desta forma, pode escolher-se até a máscara de acordo com o look desse dia.

Mulher surda cria máscaras com janela transparente para facilitar comunicação
Mulher surda cria máscaras com janela transparente para facilitar comunicação
Ver artigo

Estas máscaras da Parfois Meevo Protect 390 são certificadas com o selo "Máscaras COVID-19 Aprovado" no contexto Nível 3 - Máscaras de Uso Geral. Foram produzidas em Portugal e fizeram todos os ensaios necessários até comprovarem que cumpre os requisitos da DGS, Infarmed, ASAE e IPQ sobre a respirabilidade e capacidade de filtração.

São reutilizáveis, podem ser lavadas no máximo cinco vezes e deve ser utilizada apenas por períodos de quatro horas. Juntamente com estas máscaras, que têm um custo de 9,99€ e que podem ser compradas online e em lojas selecionadas que já abriram, vem um manual com todas as informações técnicas e instruções de lavagem, utilização e aplicação.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.