Faça chuva ou faça sol, todos usamos o nosso sorriso. Porém, com a chegada do verão, sinónimo de pele bronzeada e de roupas brancas, vem também o contraste com o tom da dentição. Alcançar um sorriso considerado "perfeito" — e saber mantê-lo — exige vários cuidados. Dizemos-lhe quais.

Gira, sustentável e ainda mais fácil de trocar. Esta é a escova de dentes que vai querer ter na sua casa de banho
Gira, sustentável e ainda mais fácil de trocar. Esta é a escova de dentes que vai querer ter na sua casa de banho
Ver artigo

Para Hugo Madeira, médico dentista há cerca de 15 anos, o chamado "sorriso perfeito" é nada mais, nada menos que "um sorriso natural e saudável, que deixe o indivíduo confortável consigo próprio". Vai muito além de ter "uns dentes completamente alinhados" ou "completamente brancos". "Não tem de ser um sorriso de anúncio de dentífrico", alerta o médico.

Dr Hugo Madeira
Hugo Madeira é dentista e CEO da clínica homónima, localizada no Saldanha. Exerce há 15 anos. créditos: Imagem cedida

Com prática clínica em estética, especificamente a área de reabilitação oral e implantes, facetas e coroas, Hugo Madeira, CEO de 38 anos da clínica homónima, localizada na Avenida Casal Ribeiro, no Saldanha, deu-nos dez dicas e cuidados para atingir e manter um sorriso "perfeito". Ora espreite.

1. Apostar num kit de higiene oral portátil

Certamente já se deparou com um cenário no qual sente os dentes sujos ao passar a língua ou está com mau hálito, mas não tem consigo nem escova, nem pasta de dentes. Estes elementos não são de fácil transporte, mas tal não tem de significar que os descure.

Compre e leve sempre consigo um kit de higiene oral portátil, compacto e apenas com o essencial. Vai dar-lhe muito jeito para os festivais de verão, saídas com amigos ou até para quando mandar as crianças para os campos de férias. Este kit, que pode conter, por exemplo, a escova, a pasta, o fio dentário e o elixir, permitir-lhe-á realizar a escovagem em qualquer sítio.

2. As maçãs podem ser as melhores amigas do seu sorriso

Fazia ideia do poder que uma maçã pode ter sobre o seu sorriso? De acordo com Hugo Madeira, comer esta peça de fruta no final de uma refeição "exerce quase a mesma função que uma escovagem com escova". Por isso, não se esqueça de levar uma maçã na marmita para a praia ou para a piscina.

Atenção: é importante que tenha a casca. "Óbvio que não tem a mesma performance, mas pode realmente limpar-nos a superfície dentária e eliminar alguma placa bacteriana", esclarece o profissional com prática em reconstrução dentária. Se preferir, pode optar por uvas ou morangos, que exercem um efeito parecido.

3. Consumir citrinos através de uma palhinha

Caso não consiga resistir àquela limonada fresca, faça um favor à sua dentição e beba-a por uma palhinha. O mesmo se aplica a bebidas açucaradas e com mais cítricos ou ao copo com água com limão espremido logo pela manhã. Isto "para reduzir o contacto com agentes que causam desgaste", explica Hugo Madeira.

Além de não deverem ser consumidas em excesso, há que usar sempre uma palhinha ou bochechar com água depois do consumo de citrinos, por exemplo. "Temos muitos pacientes com níveis de erosão dentária enormes devido ao contacto destes cítricos com os dentes", explicou-nos o dentista.

4. Cuidar dos dentes até enquanto dorme

Mesmo criando um sorriso considerado "perfeito" para o verão, há que saber mantê-lo a longo prazo. De acordo com o especialista com quem falámos, "toda a gente tem tendência para desgaste dentário", considerado "o maior problema de futuro a nível da medicina dentária".

"Cada vez mais as pessoas têm os dentes saudáveis, têm cuidado, mas depois, a longo prazo, vai havendo um desgaste dentário, provocado pelo stresse do dia a dia, e acaba por se refletir na redução do tamanho dos nossos dentes", avançou. Para o prevenir, o médico aconselha o uso de uma goteira durante a noite, evitando que os dentes se toquem e desgastem.

5. Utilizar um protetor solar para os lábios

E porque o sorriso não é só composto pelos dentes e também pelas gengivas e os lábios, assim como tem de utilizar um protetor solar no corpo inteiro, incluindo na cara, enquanto rotina diária, deve levar sempre consigo uma embalagem deste produto dedicada aos lábios.

Ao aplicá-lo com frequência, evita eventuais "erosões cancerígenas e afins" e, claro, os habituais escaldões, que lhe deixam os lábios secos, queimados e desconfortáveis. Além de os hidratarem, estes protetores labiais vão proteger o seu sorriso dos perigos inerentes ao sol.

6. Moderar o consumo de gelados — e não só

Pois é. No verão existe uma maior propensão para comer gelados, já que trazem uma sensação refrescante em dias de maior calor. Porém, se está a fazer esforços para cuidar do seu sorriso, não convém tornar o consumo destes doces num hábito. Será algo contraproducente.

O consumo em excesso de gelados, bem como de bebidas refrigerantes ou até de álcool, explicou-nos Hugo Madeira, leva à questão da sensibilidade dentária. Deve "fugir-se um bocadinho às bebidas com muito açúcar", de modo a evitar aquele desconforto nos dentes. O dentista destaca ainda a importância da hidratação com os devidos líquidos.

7. Realizar um check-up dentário

Para um sorriso saudável, é fulcral fazer um check-up dentário de seis em seis meses. Veja com o seu dentista qual é a melhor altura para uma consulta de rotina. Não deve mesmo descurá-las, pois ajudam a identificar, desde cedo, pequenas situações que se poderão tornar grandes dores de cabeça.

Convém realizar um destes check-ups no caso de ir viajar durante muito tempo, por exemplo. Servem, ainda, "para prevenir que apareça aquela dor de dentes que estraga as férias", esclarece o especialista. A manutenção do sorriso também passa por um acompanhamento constante.

8. Ingerir determinados alimentos

No caso de sofrer de hipersensibilidade dentária, portanto, de uma dor aguda e súbita de curta duração nos dentes, há certos alimentos que podem ajudá-lo, segundo Hugo Madeira, que tem 15 anos de experiência no ramo. Acrescente-os à lista de compras de supermercado.

O dentista destaca os alimentos ricos em cálcio como um trunfo. Lacticínios, ovos, peixe e frango, "porque fortalecem os dentes e o esmalte". Além destes, refere ainda a cenoura, a banana e os espinafres enquanto companheiros na luta contra a hipersensibilidade dentária.

9. Considerar o branqueamento dentário adequado

Se está a pensar em efetuar um branqueamento dentário, tenha atenção à forma como o mesmo é realizado. Hugo Madeira admite que este tratamento "pode ser uma grande ajuda para ficarmos com um sorriso, acima de tudo, mais sedutor". Porém, não aconselha "de todo" branqueamentos dentários feitos sem acompanhamento médico, que podem causar danos irreversíveis, "nomeadamente hemorragias ou úlceras a nível gengival".

Fazendo um branqueamento dentário em consultório, será alvo de uma avaliação para ver se é possível ir para a frente com o mesmo. No caso de obter um parecer positivo, será feita a higiene oral e, em duas horas, ser-lhe-á aplicado um produto que depois, ao longo de uma semana, deve compensar em casa. Se quiser fazer o processo todo a partir de casa, terá de usar goteiras de branqueamento todas as noites, entre uma a duas semanas. Esta alternativa é mais gradual e recomendada.

10. Manter uma higiene oral correta

O tal sorriso "perfeito" é sinónimo de uma higiene oral correta. Portanto, aponta o dentista, deve escovar os dentes pelo menos duas vezes ao dia, de manhã e à noite, durante, no mínimo, dois minutos. O fio dentário deve ser aplicado "pelo menos uma vez por dia".

Após a lavagem, não deve bochechar com água, para que o dentífrico consiga atuar melhor. Deve ainda ter em atenção o tipo de escova que utiliza, já que "depende da destreza e da motivação do paciente". No caso, "para quem tem sensibilidade gengival, pode ser aconselhada uma escova super suave ou uma elétrica. Nunca uma dura ou média".

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.