Temos ódio às máscaras pelo calor que fazem, pelo facto de condicionarem a respiração e porque nem sempre combinam com o look. Quer dizer, isso já não é tão verdade porque já vemos por aí algumas com bolinhas ou melancias. Mas um grupo de artistas levou os padrões mais longe e transformou-os em verdadeiras, e literais, obras de arte.

Because Art Matters (BAM) é o nome da marca portuguesa sediada em Lisboa, mas que daqui a alguns tempos vai ganhar sede em casa de cada um daqueles que adquirirem uma das máscaras de edição limitada irreverentes e sustentáveis. Neste caso o conceito de sustentabilidade não recai sobre o material em si, mas sobre o seu ciclo.

“Tendo em conta que o número de lavagens de uma máscara se situa entre as cinco e máximo 25 vezes, quantas caixas cheias de máscaras utilizadas, que já cumpriram o seu papel, existirão no fim desta pandemia? São seguramente milhões de máscaras sem qualquer utilidade que serão deitadas para o lixo a nível mundial”, refere a BAM em comunicado sobre as preocupações ambientais da marca, acrescentado que não consegue ficar indiferente à quantidade de máscaras que vê atiradas pelo chão.

Máscaras e luvas podem aumentar poluição nos oceanos, alerta Quercus
Máscaras e luvas podem aumentar poluição nos oceanos, alerta Quercus
Ver artigo

Por isso, decidiu convidar um grupo de artistas para criar máscaras que além de serem laváveis, evitando o descarte enquanto a pandemia nos continuar a atormentar, quando o vírus já não for um perigo podem (e devem) ser transformadas numa peça de arte.

Como? Ao emoldurar e pendurar na parede de sua casa, por exemplo. É por isso um dois em um: ao contrário de outras, estas máscaras não vão para o lixo ou passam a ser um mono na gaveta e evita ter de comprar novos quadros para a parede, porque o trabalho dos artistas Miguel, “RAM”, Gonçalo, “MAR”, Filippo, "FIUMANI", e "BINAU" são tudo aquilo de que precisa para decorar a casa, ou quem sabe o escritório, de forma original.

Pode até elevar a criatividade e escolher uma parede dedicada aos tempos em que a pandemia nos tapou os sorrisos, mas não de forma aborrecida. É que no total há seis máscaras de padrões diferentes para preencher essa parede.

Mas afinal, quem está por detrás destes padrões? Três artistas portugueses e um italiano. Todos juntaram forças, ou melhor, pincéis, para aplicar então as tintas à base de água, inodoras e não tóxicas nas máscaras — cada um ao seu jeito: “RAM”, é um criador de mundos visionários, “MAR” é reconhecido por ter criado um singular panteão de figuras expressivas e espirituosas, "FIUMANI" mistura nas suas obras estilos punk, street art, tatuagens, motas personalizadas, skate e surf, e "BINAU" é um artista plástico ligado à ilustração e arte urbana.

Estilos e ideias reuniram-se até os artistas chegarem então às seis máscaras Because Art Matters. O que é facto é que as máscaras tornaram-se tendência durante a pandemia, por isso, já que é moda, é para se usar com estilo.

Para comprar uma destas peças de saúde e de arte ao mesmo tempo, basta aceder ao site da marca. Cada máscara custa 19,99€, preço ao qual acresce os portes de envio, e pode chegar a qualquer canto do mundo.

Newsletter

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.
Subscrever

Notificações

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.